9

Meu Maior Presente (Mila Wander)

Ficha Técnica:
Autora: Mila Wander
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 352
Ano de Lançamento: 2017
ISBN-13: 9788542210200
Editora: Essência

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 60º livro lido em 2017 e foi Meu Maior Presente (Mila Wander). Eu já tinha visto a capa do livro por aí, mas não me interessei nem em ler a sinopse, até que li uma resenha e me inteirei do enredo e na hora me deu aquela vontade absurda de ler esta história imediatamente.

O livro nos traz o Lucas, que foi abandonado pela mãe aos 2 anos de idade e viveu em um orfanato até ser adotado pela Heloísa e pelo Levi aos 9 anos. Heloísa e Levi haviam se conhecido a pouco tempo e estavam ajudando em uma festa de Natal no orfanato que Lucas vivia. Acabaram se encantando por uma carta que o menino havia escrito para o Papai Noel, e em função disso, o adotaram e começaram assim uma família. Pouco depois da adoção de Lucas, Heloísa engravidou e Lucas ganhou uma irmã, a Mel, de quem ele cuidou como um irmão mais velho exemplar, até se apaixonar perdidamente por ela. E ela por ele.

O livro então irá se desenvolver na luta constante em matar aquela paixão. Lucas faz de tudo para que aquele sentimento que o faz se sentir sujo e errado, desapareça e chega até ir morar em outro país com o objetivo de esquecer Mel e fazer com que ela o esqueça. Ambos se esforçam ao máximo para abafar todo aquele amor maluco e esconder de todos ao redor o que realmente sentem e querem um do outro.

Quando li a sinopse do livro, fiquei muito curiosa em saber como o casal resolveria aquela questão, porém eu não sabia da diferença de idade que eles tinham e confesso que isso me incomodou durante toda a leitura. Lucas se apaixona por Mel quando ela tem 14 anos e ele 24 e não dá pra deixar de achar isso muito esquisito. O livro é todo sob o ponto de vista dele, narrado em primeira pessoa, então, temos acesso aos seus pensamentos e sentimentos mais profundos e entendemos que ele se culpa a todo momento por sentir aquilo pela irmã e essa parte é muito bem desenvolvida e argumentada dentro do enredo. Porém, foi impossível não ficar muito desconfortável com o desejo que ele sentia pela Mel.

O livro concentra grande parte da narrativa na batalha travada em fugir do sentimento, porém isso se tornou bem repetitivo dentro da trama. Muitas situações que se repetiam e muitas descrições de sofrimentos que já tínhamos compreendido a extensão. Lucas em muitas cenas me pareceu imaturo e extremamente inconsequente e embora o sofrimento dele fosse compreensível, não consegui criar uma empatia com o personagem.

O livro traz uma tensão sexual muito bem marcada na trama, e um ponto positivo da história é que as cenas sensuais são de extremo bom gosto, com verossimilhança bem pontuada. A aproximação física entre os dois é desenvolvida gradualmente, sem exageros, e a cada passo que eles davam neste aspecto, foram muito bem dosados dentro da narrativa. As cenas mais íntimas são isentas de vulgaridade e isso me agradou bastante.

Mas a história não conseguiu me convencer totalmente por causa da questão da idade. Realmente não entendi porque a autora distanciou tanto um do outro na questão do tempo, quando a história seria bem mais aceitável, mais compreensível, se Lucas fosse mais novo. O texto da Mila é muito fluido e a escrita dela se torna viciante ao ponto de mesmo a história me incomodando, eu não conseguia parar de ler. No início do livro, algumas características machistas me deixaram assustadas – quase abandonei a leitura em razão disso – mas estas atitudes se justificam dentro do desenvolvimento, como parte do amadurecimento do Lucas.

No geral, foi uma leitura paradoxal. A característica de escrita da autora me seduziu e, com certeza, quero ler mais coisas dela. Porém foi desconfortável acreditar no amor do casal.

Para quem gosta de romances com amores proibidos e impossíveis, o livro traz um excelente tema, e salvo pelas ressalvas que eu destaquei acima, pode ser uma leitura boa para leitores que apreciam um bom romance, com um toque elegante de sensualidade.


Um pouco sobre a autora: Mila Wander nasceu em Recife, onde mora atualmente com seu marido. Formada em Pedagogia pela UFPE, é professora do Ensino Fundamental. Apaixonada por literatura, começou a escrever por hobby. Empolgou-se com o ofício após a publicação de seu primeiro livro, e principalmente por causa do sucesso proporcionado pelas ferramentas virtuais de autopublicação. Alguns livros da autora são:

·         Diário de Uma Cúmplice
·         Tardes Sensuais
·         Despedida de Solteira
·         O Safado do 105
·         Dominados
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Uma pena a história ter esses problemas que você pontuou, a premissa parece boa, mas eu me incomodaria com os mesmos pontos que vc mencionou: idade e repetição. Só de saber disso, já me fez não ter vontade de ler. Quem sabe uma outra obra da autora.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  2. Olá Ivi, tudo bom?
    Entendo completamente a ressalva feita em relação à obra! Essa diferença de idade deles que surge na infância dela quando ele já é um adulto me incomodaria demais, principalmente quando ele já sente desejo por ela nessas circunstâncias. Sabendo disso, passo a sugestão =/
    Mas adorei a resenha (super bem escrita) e a sinceridade!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Romances proibidos são legais de se ler,mas quando um dos personagens lutam muito contra isso, a história pode ficar um tanto cansativa e a questão da diferença da idade pode ser incomoda para alguns leitores.
    Amei a sua resenha,bem escrita e sincera!

    ResponderExcluir
  4. Oiii,

    Eu adorooo a escrita da Mila, mas ainda não tinha conferido aluna resenha deste livro, achei interessante e confesso que também achei estranha a questão da idade, porque é meio estranho pensar que ele meio que se apaixonou por uma criança. Mas vou conferir a leitura quando tiver uma oportunidade.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ivi.
    Tenho um carinho especial pela autora pois um livro dela me ajudou a superar um preconceito literário.
    Porém, essa diferença de idade com certeza me incomodaria bastante. Meu namorado tem uma sobrinha de 14 anos e ela é uma criança, ainda está começando a se desenvolver. Acho muito estranho imaginar alguém da idade dela com uma pessoa da minha idade.
    Gosto das autora, mas esse livro eu não leria, pelo menos não no momento.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Eu adorei esse livro e amo muito a escrita da autora, acho que a diferença de idade pode ser mesmo um incomodo para os leitores, mas para mim a história fluiu muito bem.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. olá...
    Adorei sua resenha!!!
    Gostei bastante dos pontos apresentados por você e mesmo não sendo o tipo de leitura que geralmente leio fiquei tentada a ler!
    Dica anotada :)
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Oi oi querida!
    Eu não só já li esse livro, como amei conhecer os outros da autora. Ela arrasa escrevendo New Adult, e tenho certeza que após a sua resenha sincera e super fofa, todos vão ficar curiosos e amar conhecer o enredo do livro.

    ↠ Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  9. Ooi! Devo admitir que me interesse pelos livros assim que vejo a capa (sou desses) e definitivamente não rolou com esse kdfjgnfdjgdfkj Tem bem cara de romance erótico, um estilo de leitura que eu fujo bastante. Quando o romance é construido à partir de uma história legal, até dá para acompanhar e torcer pelos protagonistas, mas não me interesso por essa temática incestuosa/esquisita mesmo. Gostei muito do seu ponto de vista, abraço!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014