36

Viagem #13 Joanesburgo - Érica Blascovi


E no post de viagem de hoje, temos a minha amiga Érica contando um pouco das suas aventuras pela África do Sul. Apreciem:

Viajar é minha maior alegria. Sempre que possível, faço as malas rumo a um novo destino, e esse ano finalmente chegou a vez de conhecer um dos mais desejados: a África do Sul

O roteiro incluiu Joanesburgo, o Parque Nacional do Kruger e Cape Town. Não poderia ter sido melhor! Fui presenteada com tudo o que uma viagem perfeita pode oferecer: belas paisagens, entretenimento da melhor qualidade e muita cultura. 

Começarei por Joanesburgo:

JOANESBURGO

A passagem por Joanesburgo foi breve, porém intensa. Optamos por fazer um city tour nos famosos ônibus hop-on hop-off, com saída do Rosebank Mall, um shopping bem bacana. Fica no centro e tem um hotel praticamente anexo a ele. Como era nossa primeira visita e as informações sobre Joburg (como carinhosamente a cidade é chamada) não foram as melhores, optamos por ficar em Sandton, considerada área nobre da cidade. A região é realmente linda, com um ar de Beverly Hills, porém mais distante dos pontos turísticos. Então hoje penso que ficar em Rosebank pode ser interessante, tanto pelas opções de lazer, quanto pela facilidade de pegar o ônibus de turismo. 

A primeira parada foi o Museu do Apartheid. A experiência começa logo na entrada: cada ingresso te classifica aleatoriamente como “branco” ou “não branco”, e isso definirá sua porta de entrada. Difícil pensar que era assim de verdade, não? Lá dentro há muita informação sobre a ascensão e a queda do Apartheid, com grande parte dedicada ao Nelson Mandela. É um museu denso e requer uma boa dose de boa vontade para ler (em inglês, apenas) as explicações das inúmeras fotos e vídeos disponíveis. Vale a visita, mas quem busca diversão pura e simples pode se separar do grupo ali e atravessar a rua em direção ao Gold Reef City Theme Park, parque de diversões que parece bem interessante e que, infelizmente, não tivemos tempo de conhecer.


Ainda em Joanesburgo, visitamos o Origins Centre Museum, na Wits University. Com inúmeros materiais paleoantropológicos, arqueológicos e genéticos, o museu conta um pouco da origem e do desenvolvimento da humanidade. É um museu pequeno e, se você não for uma pessoa detalhista, em uma hora pode concluir a visita. Ainda na Wits University há um planetário, mas no dia de nossa visita estava fechado. Fica para a próxima!

O grande contraste socioeconômico começa quando se chega em Soweto, cidade vizinha que por muito tempo foi considerada parte de Joburg. Por ter sido, a princípio, um bairro criado para abrigar negros, tanto casas de classe média quanto moradias semelhantes às nossas favelas, são encontradas por ali. É uma região financeiramente pobre, mas culturalmente riquíssima! Muitas cores, música, feirinhas (que todo bom brasileiro ama) e referências históricas, tornam a visita bastante rica. Lá encontramos uma das casas de Nelson Mandela, que hoje abriga um museu, e uma praça dedicada ao Massacre de Soweto, em que centenas de estudantes foram mortos durante uma manifestação pacífica contra a inferioridade das “escolas negras” na África do Sul.



Fechamos o dia no Hard Rock Café, que fica na Nelson Mandela Square. Comida boa a preço justo em nossa vizinhança, foi uma boa escolha.


Ficamos no Faircity Falstaff Hotel. Super recomendado! Staff extremamente atencioso, café da manhã cortesia delicioso e com boa variedade, quarto amplo e boa localização, com um shopping em frente. O transporte para locais em um raio de 5km é gratuito. 

CONSIDERAÇÕES FINAIS SOBRE JOBURG: ficamos pouco tempo, mas em nenhum momento nos sentimos inseguras, apesar dos muitos alertas sobre os perigos da cidade. Pelo contrário, me pareceu bastante segura e movimentada, pelo menos nas redondezas mais turísticas. De todo modo, somos do Brasil, né? Sempre alertas e safos, rs.

Próxima semana eu volto com mais aventuras.

Um pouco sobre a Érica: Érica Blascovi tem 33 anos e duas grandes paixões: viagens e arte, em suas diversas formas. No dia a dia divide seu tempo entre a nutrição e a dança, sempre com um espacinho para aprender novos idiomas e planejar o roteiro das próximas férias...
Comentários
36 Comentários

36 comentários:

  1. Eu também gosto muito de viajar, e claro que gostaria de fazer isso com mais frequencia. De qualquer maneira, adoro ler posts relacionados e conferir as experiências. O roteiro comentado no post me deixou bem curiosa por sinal, ainda mais por conta dos comentários sobre Joanesburgo diante de todas as considerações. Adorei!!!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, F! Vale a pena conhecer Joanesburgo, fui embora de lá com uma impressão muito melhor do que achei que teria! Bjs, Érica

      Excluir
  2. Amo viajar!mas ainda não tive oportunidade de ir para o exterioras curti muito as dicas que vc colocou no decorrer do post! Isto é maravilhoso quem sabe na minha primeira viagem ao exterior não passe por Joanesburgo rsrs vou salvar teu nome para buscar referencias de quando precisar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo a visita, Char! Se precisar de dicas estou às ordens!

      Excluir
  3. Que delícia de viagem! Dicas preciosas para quem também quer embarcar nessa viagem, eu simplesmente adoraria. Eu curto um passeio nos museus e não perco por nada, mas acho que sou desses que se cansa depois de um tempo e acabo só olhando e lendo somente o que me chama mais atenção. Realmente nós brasileiros somos safos e estamos acostumados com os perigos das cidades, infelizmente neh. Delícia de passeio.

    *☆* Sorteio rolando no blog. Participem. *☆*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns museus também me cansam, o do Apartheid é realmente pesado. Mas vale a pena conhecer! Espero que um dia você passe por lá!

      Excluir
  4. Oi Erica! Que maravilha! Como gostaria de poder viajar mais, fora do Brasil nunca saí e viajo nas viagens dos outros. E Africa por sua diversidade cultural deve ser uma experiência única.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcia! É realmente uma experiência única, acho que foi a viagem mais diferente que já fiz. Mas viajar é sempre ótimo, independente do lugar, não é? Um beijo!

      Excluir
  5. É tão ler um post assim,informativo,confesso que o modo de entrada do museu do apartheid foi um modo criativo de lembrar uma fase tão negativa no mundo,muito bom o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nay! Também achei criativo, a visita já começa nos fazendo refletir sobre essa realidade tão triste que viveram. Bjs!

      Excluir
  6. Oi Érica, tudo bem?
    Eu amo viajar, mas nunca saí do país e também nunca fui muito longe do meu estado, haha. Esse lugar parece incrível, deve ter sido maravilhoso estar presente nos principais pontos turísticos, especialmente desse museu. Além de divertido, acabamos aprendendo mais sobre as culturas de lá, né? Já estou ansiosa pela próxima postagem.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda! Tudo bem, e vc? Foi realmente incrível, adorei poder aprender um pouco mais sobre a cultura local! Já tem post novo!! Beijos ❤️

      Excluir
  7. Olá!!
    AMO viajar..não tem coisa melhor e é muito bom ler um relato de um lugar que poucas pessoas se interessam em ir conhecer!! Depois disso deu até vontade de incluir esse roteiro nos meus planos futuros :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/03/resenha-ao-seu-encontro-abbi-glines.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne! Inclua no roteiro, sim! Há muita coisa interessante na África do Sul, rende um passeio e tanto! Bjs!

      Excluir
  8. Gente, gente, que coluna mais incrível! Depois dessa postagem, fiquei com vontade de acompanhar de perto cada uma das viagens da Érica. Acho muito legal quem tem esse sonho de viajar pelo mundo e que consegue realizá-lo. Eu tenho curiosidade em conhecer outros países, mas não sei se teria coragem, hahah. África do Sul parece ser um lugar muito especial e eu fiquei arrepiada com a forma de entrada do Museu. São lugares que eu definitivamente esqueceria das horas, só olhando tudo ao redor e tentando absorver ao máximo cada detalhe. Todas as paradas que ela fez parecem ser surpreendentes. Adorei, de verdade.

    Beijos,
    Fernanda Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda! Obrigada pelo comentário tão simpático!! Viajar para o exterior às vezes gera apreensão quando não se fala o idioma local, mas vá sem medo! Sempre tem alguém para ajudar, os tradutores online quebram um galho, e depois de você enfrentar uma viagem diferente pela primeira vez não vai querer parar!! Crie coragem, conheça um lugar bem legal e depois me conte!!! Vou querer saber! Bjss

      Excluir
  9. Acho que é a primeira vez que eu passo por essa coluna aqui no blog e já amei. Amo viajar e queria ter mais dinheiro para fazer isso. A Africa do sul não é um dos primeiros lugares que aparece na minha mente quando se trata de viagens internacionais, mas amei o seu post e fiquei com muita vontade de conhecer o Museu do Apartheid. Vou passar a acompanhar essa coluna, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Também queria muito ter mais dinheiro para viajar, acho que não voltaria mais para casa, haha! Mas é só se programar que dá certo! Já tem post novo sobre a viagem à África do Sul, espero que te desperte a vontade de conhecer esse país incrível! Sempre sonhei ir para lá e foi ainda melhor do que imaginei. Beijos!

      Excluir
  10. Oi Ivi!
    Que legal a viagem dela, sou louca para sar pelo mundo sem rumo conhcendo novos lugares mas infelizmente ainda não ta dando!

    Bjs Jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janiele! Também queria conhecer o mundo todo, há tantos lugares incríveis, né? Aos pouquinhos vou me planejando e visitando alguns deles, espero que logo vc também esteja por aí! Bjs!

      Excluir
  11. Oie
    aff viajar é sempre tudo de bom, eu adoro também e é maravilhosos poder saber da sua experiência, mais um lugar que fiquei curiosa para conhecer, adorei

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina! É um lugar maravilhoso, espero voltar um dia para conhecer ainda melhor! Bjs

      Excluir
  12. Oiee!!
    Adorei conhecer suas impressões sobre a África do Sul!
    Deve ser super interessante visitar os museus e conhecer mais sobre a história de Nelson Mandela e o Apartheid.
    Acho que eu amaria conhecer esse país!
    Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda! Amei muito lá, se vc tem vontade acho que vai amar tb! Bjss

      Excluir
  13. Oie! Tudo bem?

    Eu tenho interesse em conhecer o Irã, exatamente pela cultura deles, são países como a Africa que as vezes são menosprezados pelo o que estudamos ou vemos na tv, mas que no fim nos trazem grande carga cultura, fiquei curiosa para conhecer mais do museu do Apartheid, tenho certeza que foi uma experiencia gratificante!

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nay! Tudo bem e vc? Foi realmente especial! Também não conheço o Irã mas concordo com você, lugares às vezes menosprezados nos reservam surpresas incríveis! Bjs!

      Excluir
  14. Oi, tudo bem? Então, sempre vejo falando de diversas viagens aqui no blog e fico encantada. É muito legal ver um lado diferente da Africa com uma cultura tão vasta e tanta coisa para aprender. Eu que nunca fui para fora amo ver seus posts e conhecer mais lugares e até adicionar na minha lista de querer conhecer. Fico feliz que tenha conseguido realizar mais essa viagem e tenho certeza que foi incrível!
    Um beijo
    http://www.brookebells.com/
    Ps.: não sei se o outro comentário foi e comentei de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Brooke! Pode colocar a África do Sul na sua listinha sem medo, você vai adorar! Bjs!

      Excluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não vejo a hora de conseguir viajar para lugares bacanas como esse e por adorar viagens, eu gosto muito de acompanhar esses posts. Bom, imagino que deve ter sido muito interessante conhecer o Museu do Apartheid e morro de vontade de ir nesse Hard Rock Café.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Larissa! Tudo bem e vc? Viajar é mesmo a melhor coisa, não é? Realmente o Museu do Apartheid foi um passeio especial, o Hard Rock não difere muito do de outros países, mas é sempre bom! Beijos!

      Excluir
  16. Olá! Eu não sou de viajar, e nunca fiz uma viagem internacional. Mas vontade não falta. Ainda quero conhecer cada pedacinho desse mundo. Enquanto isso, adoro ler ou assisti pessoas falando por onde andou. E com essa postagem não foi diferente! Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dayane! Que bom que gostou! Espero que logo você possa começar suas andanças pelo mundo, viajar é tudo de bom! Beijos!

      Excluir
  17. Africa do sul.realmente é um lugar que é curioso, a maioria das pessoas só tem a visão da pobreza que se encontra la e esquece o lugar cheio de cultura e inumeras coisas lindas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. A África do Sul é um país emergente, claro que ainda há pobreza, mas há também muita modernidade. Fora a natureza, riquíssima! Infelizmente é um destino pouco divulgado por aqui, mesmo sendo unanimemente amado por quem se dispõe a conhecer. Até hoje não conheci quem não tenha voltado encantado. Bjs

      Excluir
  18. Oieee!!

    Nossa como eu adoro esse quadro do blog!!

    Que lindas fotos, que lugar incrível!!!

    Parabéns, de verdade!!!

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  19. Tenho muita vontade de conhecer a África, mesmo as partes mais hostis... Como você disse, somos brasileiros! Estamos acostumados a coisas assim e sabemos como evitar o ataque! huahuahu

    Queria ter visto mais fotos de pontos turisticos, da feirinha (sim, quase todo brasileiro ama feiras!!!)... Assim também serviria como guia para planejarmos nossas férias!!!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014