12

O Pulo da Gata (Fernanda França)

Ficha Técnica:
Autor: Fernanda França
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 288
Ano de Lançamento: 2015
ISBN-13: 9788542205855
Editora: Essência
SKOOB | GOODREADS

Oi gente eque ama livros, hoje venho com a resenha do 24º livro lido em 2017 e foi O Pulo da Gata (Fernanda França). Eu estava em busca de uma leitura leve e divertida e ao procurar na estante, encontrei este livro que tenho desde o lançamento, mas que ainda não tinha conseguido encaixar a leitura. Como todos os outros livros da autora foram leituras ótimas pra mim, parti para esta leitura muito animada.

O livro nos traz a Maggie May, uma moça de vinte e quatro anos, formada em medicina veterinária, dona de sua própria clínica e cercada de muito amor da família e das amigas. Apesar de seus pais terem se separado, ela admira muito o pai e ele lhe deu irmãs maravilhosas através de outros casamentos. Mesmo Maggie tendo muitos elementos que possam fazer dela uma mulher feliz, tudo o que ela quer na vida é se casar e ela sonha com este evento como se fosse o mais importante de sua vida e o único capaz de lhe trazer felicidade. Ela já teve alguns relacionamentos e todos encarou como se fosse dar em casamento, mas nenhum se confirmou. Porém o livro começa com Maggie indo se encontrar com um rapaz que ela conheceu na internet, o Felipe, e está bem animada. Um contratempo acontece e ela acaba conhecendo o Eric, um ator que ganha a vida entretendo públicos em stand ups. Ela gosta dele e percebe uma reciprocidade, mas decide deixar de lado e conhecer o Felipe, porque era ele o objetivo inicial daquele encontro.


Ela conhece o Felipe em um primeiro encontro cheio de coisas estranhas, mas, apesar disso, eles engatam um namoro e antes mesmo que o leitor perceba, já estão falando em casamento. Paralelo a isso, ela mantêm a amizade com Eric e o insere em seu grupo animado de amigos. 

Não se trata de um triângulo amoroso, mas é tão obvio que Felipe não é quem Maggie quer que ele seja, independente se tem mais alguém para envolver a Maggie, que ao ler a narrativa, me senti um pouco idiota ao ver que a história era óbvia demais. 


Maggie é aquele clichê de chicklit: ansiosa, atrapalhada, apaixonada e com uma autoestima tão sofrível, que minha vontade era entrar no livro e dar umas chacoalhadas nela. Maggie é adorável em muitos aspectos. É honesta, sincera, dedicada e excelente amiga. Mas ao mesmo tempo, a achei muito relapsa com a própria mãe e admiradora de um pai que decepcionou bastante. Aquela desculpa que “não foi bom marido, mas foi bom pai” não convence mulheres inteligentes e na minha opinião, é um argumento bem fraco.

Tudo era óbvio demais e em nenhum momento eu me senti surpreendida pelos rumos que a trama tomou e isso foi negativo para mim, porque ainda que o enredo seja um clichê, eu espero alguma coisa que me cause surpresa e esse elemento não veio.


Infelizmente, não foi uma leitura proveitosa e sem dúvida, é  livro mais fraco da autora. Quem nunca leu nada da Fernanda França, recomendo jamais começar por este livro aqui, porque ele não traduz o talento dela como escritora.

Eu esperava amar, mas foi uma leitura bem sem graça. 


Um pouco sobre a autora: FERNANDA FRANÇA é jornalista e escritora, pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Cásper Líbero e tem cursos de especialização pelo Knight Center for Journalism in the Americas, da Universidade do Texas, EUA. Trabalhou por doze anos como repórter em rádio, sites, revistas e jornais. É paulistana, mas mora no interior de São Paulo com o marido, o filho e três gatos. Seus livros publicados são:
  • Nove Minutos com Blanda
  • Malas, Memórias e Marshmallows
  • Bolsas, Beijos e Brigadeiros
  • O Pulo da Gata
  • O Livro Delas (um conto)
Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Ola Ivi
    Eu também já li esse livro e gosto muito da escrita da autora, mas realmente tem bastante clichê, mas isso não me incomodou não, achei bem descontraído e leve como imaginei que seria logo na sinopse. Uma pena que para você não foi uma leitura proveitosa. De fato, há outros títulos melhores da autora, preciso concordar!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi,tudo bom?
    Amo Chick lit, mas odeio quando tudo é tão previsível. Eu AMO ser surpreendida pela reviravolta, é um dos pontos chaves pra mim em uma história!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Sou dessas que julga pela capa, e não gostei dessa. Lendo sua resenha, fiquei mais desanimada ainda.
    Não ligo de ler clichês, mas é como você disse, os elementos podem ser trabalhados pra surpreender, e como não aconteceu neste, sei que não vou curtir também. Mas procurarei outros livros da autora!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivi,
    nunca li nada dela, mas já desanimei. Eu vinha empolgada na sua resenha até o triângulo amoroso, depois a ser óbvio e por fim por não ter sido proveitoso. Desisti de vez.
    Uma pena, pois, pela premissa tinha tudo para ser interessante.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ivi! Primeiramente mesmo sem conhecer nada da história eu imaginava algo diferente, não que eu esperava que fosse uma história muito elaborada, mas mesmo em histórias com clichês eu gosto quando tem elementos que supreendem e que fazem a gente pensar: nossa, tem um diferencial. E assim como você, eu nem li e não consegui achar algo assim, então assim como você disse, fica faltando algo e isso dela dar moral pro pai que tem inumeras falhas e nem ligar para a mãe... Definitivamente esse não é um livro que eu quero ler, e principalmente não é pelo qual gostaria de conhecer a escrita da autora <3 Obrigada pela sinceridade e por avisar, mas fico feliz que as outras obras sejam melhores e que valham a pena ler, vou tentar com elas! Mas essa é uma que infelizmente tinha tudo para ser bom, mas acaba sendo decepcionante :/
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Confesso que eu ainda não conhecia o livro e nem a autora. Quando li a sinopse, já imaginei que seria um livro com muitos clichês, mas isso não me incomodaria se eles fossem trabalhados de uma maneira diferente ou trouxessem algum elemento que tornasse a história mais interessante. Pelo que percebi da sua resenha, infelizmente, este não foi o caso.
    Que pena que não foi uma leitura proveitosa para você. É muito ruim quando um livro não atende nossas expectativas. Mas gostei muito da sua sinceridade na resenha e do fato de você ter justificado os motivos que fizeram com que você não gostasse do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eita... Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas confesso que achei bem clichê também.
    Essa personalidade da personagem não me agrada muito e esse lance de uma garota dividida por dois romances também não me atrai.
    Se nem você, que gosta da autora, recomenda muito, eu não leria :/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ivi

    Eu não conhecia nem o livro e nem a autora. Achei a trama bem leve, que pena que você achou muito óbvio. Também sou dessas que não se importa com o clichê, desde que algo me surpreenda. Vou torcer para que suas próximas experiências com livros da autora sejam como foram os outros que vc leu.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oii Ivi, tudo bem? Esse livro tem uma capa super bonita e eu gostei da sinopse, mas lendo sua resenha desanimei. Nunca li nada da autora! Uma pena que esse tenha sido tão fraco :/ Também gosto de clichês, mas é imprescindível que tenha pelo menos alguns elementos surpresas, alguma originalidade. Gostei demais da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu achei essa capa tão encanto. Uma pena mesmo que a leitura foi falha, e nada promissora.Vou nem colocar na lista. =/
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro ou a autora, gostei da capa.

    Acredito que como a você, esse livro não me agradaria... Não gosto de romances só por romances, o relacionamento com o pai dela também não se seria legal... A coisa do clichê e a ausência de surpresa. Sei lá, não gostei.

    Passo a indicação!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Por gostar muito de chick-lit, não me importo que tenho alguns clichês na história, mas pelo que você falou do livro, parece que falta profundidade no enredo, não tem história sabe. É uma leitura que eu não pretendo fazer, sinto que não vai me acrescentar em nada. Adorei sua resenha, obrigada pela sinceridade.
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014