9

FORBIDDEN (Tabitha Suzuma)


Essa foi a leitura mais louca que já tive, primeiro porque não havia ouvido falar desse livro, nem resenhas nem nada, e segundo porque o recebi de surpresa: uma simples pergunta, “Forbidden, já ouviu falar?”, e logo já estava em meu poder. Como se tratava de uma pessoa de mesmo gosto literário, comecei a ler sem medo e sem ler nada mais a respeito, simples, foi no escuro mesmo.

Mergulhei profundamente nessa leitura e não me arrependi. O livro trata de uma história muito tocante e perturbadora, o amor que existe entre Maya e Lochan, dois adolescentes normais de 16 e 17 anos respectivamente que se veem apaixonados, com um único empecilho: eles são irmãos! Sim, irmãos, e além de cuidar um do outro, ainda cuidam de seus irmãos mais novos: Kit de 13 anos que está vivendo a fúria de adolescente (teve momentos em que senti muita raiva dele); Tiffin um menino em pleno desenvolvimento e com muita energia em seus 9 anos, e a linda, doce e fofa Willa com seus 5 aninhos. Eles foram deixados por seu pai, que resolveu ir embora com sua nova esposa para o outro lado do mundo, e tem sua mãe, que seria melhor tê-los abandonado do que simplesmente fingir que existe e que sente pena de si mesma, sério, essa mulher e um saco de lixo é a mesma coisa, presa em seu vício por bebida e em seu ego, ela abandona os filhos a mercê do irmão mais velho, e acha que não faz mais que sua a obrigação só visita-los.

Então é assim que Maya e Lochan crescem e é nesse ambiente hostil que o amor deles nasce e cresce. Lochan é tímido e detesta falar em público e inteligente demais, mas prefere o anonimato, assim protege a si mesmo e aos demais. Já Maya é uma menina que amadureceu rápido demais pra sua idade, cria responsabilidades que não são suas, e se torna uma bela moça. Em meio a tudo isso existe amor, um amor fora dos padrões, já que isso é incesto, em outras palavras, errado. 

Comecei a ler, e no momento em que comecei a entender, não acreditei. Pensei: "que nojo (eca!)", eu tenho um irmão e isso não é nada legal (argh!), mas no decorrer da leitura, eu parei e pensei que o amor entre eles era lindo mas sofrido. Eles não podiam ficar juntos, mas queriam, ao mesmo tempo em que pensavam ser um “mal”, um “mal” maior era ficarem separados no mesmo ambiente. 

O livro é narrado na visão de Lochan e na visão de Maya, e esse amor cresce, o incesto como pano de fundo às vezes parece sumir, mas você sabe que está lá. Pois que destino é esse que os faz amar, mas não podem se entregar? Sofri muito com Lochan, e chorei muito com Maya. Eu estava precisando de um livro assim, que me fizesse chorar e sair da minha zona de conforto e, ao mesmo tempo, sei que foi uma ficção, mas e se isso fosse real? Qual seria minha reação? Todo o ambiente foi propício a isso acontecer, mas até que momento? Como torcer por algo proibido?

O livro é maravilhoso do começo ao fim, a autora soube prender a atenção com uma história pouco convencional, mas muito doce, rica, bonita, singela, perturbadora e melancólica. Recomendo a leitura para quem tem coração aberto e quer se surpreender, pode impactar como não pode, pode te fazer suspirar como também não pode, ele pode te trazer tristeza ou revolta, mas alguma coisa ele vai acrescentar ou tirar de você. Não importa o que seja, se decidir lê-lo saiba que uma avalanche de sentimentos tomará conta de você.

O livro terá seu lançamento no final deste ano pela Editora Valentina, no momento ainda está em processo de tradução.

Enquanto lia este livro uma música tocava, e ela se misturou a leitura, então associei a leitura a essa musica principalmente esse trecho: 
“Deus sabe o que está se escondendo
Nesse mundo de poucas consequências
Por trás das lágrimas, dentro das mentiras
Mil sóis morrendo lentamente.”  
(People Help the People – Birdy)
"... como fazer com que as pessoas entendam que Lochan e eu somos irmãos apenas por um erro biológico? Que nunca fomos irmãos no sentido real, mas sempre companheiros, tendo que criar uma família enquanto crescíamos? Como explicar que Lochan nunca foi apenas um irmão, mas algo muito, muito além disso - uma alma gêmea, um melhor amigo, uma parte do meu próprio ser?"

Um pouco sobre a Autora: Tabitha Suzuma nasceu em Londres em 1975, a mais velha de cinco filhos. Ela parou de frequentar a escola aos quatorze anos. Dez anos depois, ela se tornou professora e escreveu seu primeiro romance. No momento, nenhum de seus livros foram publicados no Brasil.

Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Muitas vezes estas nossas leituras no escuro nos levam a ótimas descobertas. Bom que isso aocnteceu com você.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. CARACAAAAA!!! Sao irmãããooooosssss *_________*
    Adorei isso.... vou me jogar no escuro dessa história, assim que ela for lançada aqui na terra brasilis <3

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus morri... .0.
    IRMÃOS??? VIXI NOSSA SINHORA...
    ADOORO UM INCESTO ahuahaugayahh
    Apesar de ser errado e tal, eu consigo ler isto em livros e vivo momento, mas as vezes paro pra pensar se isso na realidade seria legal -.- ainda nao presenciei algo do tipo maaaas....
    Nao sei se espero a editora lançar ou leio o ebook... afinal amo livros com capitulos intercalados.. vou me segurar...
    Mas minha curiodidade é : "MAS E NO FIM COMO FICA" aaaah eles ficam juntos para ajudar os irmãos?? O.O soy loka... e q mae desnaturada hein? E eles nao tinham mais ninguem da familia para ajudar?? .-.

    Vo morrer aki amei a resenha bjs....
    Paradise Books.

    ResponderExcluir
  4. Ai meu deus ai meu deus.. IRMÃOS!!! Entendo o fato de terem que "criar" os irmãos deles assumindo o papel de pai e mãe.. Mas sera que esse amor vai pro lado profundo mesmo?
    As vezes tenho raiva de dramas assim porque normalmente me deparo com um final que nao corresponde as minhas expectativas..

    Mas quero ler este ai. O.o

    ResponderExcluir
  5. Já tinha lido uma outra resenha desse livro em outro blog e tinha evitado ele de cara justamente pelo incesto. É algo completamente fora da minha zona de conforto, e até agora eu ainda não sinto vontade de ler, muitos outros livros assim já acabaram sendo uma bela surpresa, então quem sabe um dia eu dê uma chance ao livro e por fim, o leia.

    ResponderExcluir
  6. Fiz um book trailer fanmade pro livro. Quem quiser dar uma olhada, o link link é esse:
    http://www.youtube.com/watch?v=JfF-RcRobLk

    ResponderExcluir
  7. procurando um blog que abordasse o livro achei esse. Acabei de ler essa madruga e ainda estou naquele sentimento de que nao acabou ainda. a historia é linda e triste. Vc fica esperando pq sabe que em algum momento vai dar erro e torce pra que nao dê. Li com a música Two Door Cinema Club - What You Know na cabeça e chorei litros!

    ResponderExcluir
  8. Spoiler:
    Ele morre no final, isso é horrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm achei super horrível,tow traumatizada ate agora :`(

      Excluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014