13

É MELHOR NÃO SABER (Chevy Stevens)


Não é a primeira vez que compro um livro no escuro, simplesmente pegar na livraria e dizer “Vou levar”, sim, afinal o que "É Melhor não Saber”? E foi assim que entrei de cabeça numa historia de suspense psicológico muito bem elaborado. 

Sara Gallagher e uma mulher com muitos questionamentos, um deles é pelo fato de ter sido adotada e o porquê o seu relacionamento com a família que a adotou e tão tenso e cheio privações afetivas, principalmente pelo seu Pai que transparece não gostar da filha adotada e sempre da sinais disso com as filhas mais novas que são realmente frutos de seu casamento, Lauren e Melanie, porem apesar desses questionamentos, Sara poderia se considerar uma mulher de muita sorte já que tem uma filha maravilhosa chamada Ally, uma garotinha mimada, que em alguns momentos é bem temperamental, trabalha no que gosta na restauração de moveis antigos, e está noiva de Evan um homem que compreende as suas qualidades e os seus defeitos, e que sempre que pode esta por perto.
Mas algo falta na vida de Sara e é por conta dessa falta que mesmo após tantos anos, com tudo que já conquistou, Sara finalmente decide encontrar os seus pais biológicos.

Faltando alguns meses para seu casamento, Sara contrata um detetive particular para encontrar os seus pais biológicos. Ela sempre sonhou com o momento do reencontro e ficava imaginando o que a sua mãe biológica iria dizer sobre o motivo de tê-la abandonado. Mas o que ela não esperava é que sua vida estava prestes a dar uma reviravolta, Sara descobre que é fruto de um estupro de um Serial Killer, o famoso “Assassino do Acampamento”, do qual somente sua mãe saiu viva. Ao descobrir isso Sara decide que tem que parar, começa a ter certeza que foi longe demais, porem a historia de sua origem vaza pela internet, e seu pai biológico descobre sua existência. (Isso e revelado já na sinopse e nos primeiros capítulos, o que não faz perder o suspense muito pelo contrario, só aumenta). É então que a policia entra em ação e faz de Sara uma isca, afinal John quer Sara por perto. 

E é assim que o enredo de toda a historia começa a ficar perturbador, o que seria apenas uma resposta de seu passado começa a ser a ameaça de seu futuro. Afinal seu pai a quer conhecer, será que Sara tem a herança genética de seu pai assassino, será que sua filha tão temperamental é assim por causa do avô, quais são as atitudes a serem tomadas a partir de agora, será que era mesmo melhor não saber?

Por muitos momentos eu não soube o que pensar afinal John queria somente se aproximar, coisa que seu pai adotivo nunca quis quem realmente seria o vilão da historia? Enfim numa história cheia de reviravoltas onde, não sabemos quem pode ser bom ou mau, por muitos momentos desconfiei de varias pessoas, pois ninguém parecia confiável o bastante, ou era mau demais ou bonzinho demais, as facetas sempre escondidas.

O que mais gostei neste livro e que a historia criada pela autora tem como pano de fundo a sessão entre a personagem principal e a psicóloga Nadine que não tem nenhuma fala, e que no caso somos nós os leitores, por muitas vezes pensei nos conselhos a dar para Sara, nessas sessões conhecemos muito a respeito de Sara. 

Só posso finalizar dizendo que me surpreendi com o final e fiquei tensa em toda a história. A escrita é ágil, e a leitura e prazerosa, pois não conseguia imaginar como que seria o desfecho (ou sim!), e queria muito chegar ao desfecho e descobrir se era o que imagina ou seria melhor.

Enfim recomendo a leitura, para quem quer fugir um pouco do trivial e quer ter alguns momentos de insegurança e de tensão, não e livro memorável, mas um livro que daqui a alguns anos pode se ter o desejo de ler novamente para ver se os pensamentos não mudaram, se as atitudes não mudaram, se os conceitos não mudaram, afinal será que e melhor não saber?
Anos atrás você me ensinou que não podemos escolher como nos sentimos em relação aos fatos: escolhemos apenas como lidar com os sentimentos que eles nos despertam. Mas às vezes, mesmo quando se tem uma escolha, as opções são todas tão terríveis, que parece que não há decisão a tomar. Pag. 174

Um pouco sobre a autora: Chevy Stevens nasceu e foi criada em uma fazenda em Vancouver Island, no Canadá, lugar até hoje muito presente em sua vida. Quando não está diante do computador, faz caminhadas com o marido e o cachorro pelas montanhas próximas à sua casa. 
Livros publicados no Brasil:
•É Melhor não Saber
•Identidade Roubada




Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Nossa desde que li Identidade Roubada estou namorando É melhor não Saber. Achei o livro que li tão denso e intenso... amei a forma como ela faz a gente cair de cabeça na trama e no suspense.... ♥ Como diz a Ivi: Necessito pra Viver! Essa autora virou minha queridinha....

    ResponderExcluir
  2. Eu não gostava desse genero até pouco tempo atrás, mas comecei a ler alguns livros do genero e me apaixonei, esse parece ser muito bom, pela resenha já senti a tensão da história, com certeza acabou de entrar na minha lista de próximas leituras.
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca tinha feito nada semelhante. Essa coisa de pegar um livro e simplesmente comprar. Eu tenho que examinar coisa por coisa, melhor não saber não é comigo não rs.
    Confesso que a história me prendeu. A autora parece ter uma escrita deliciosa. Gostei dos pontos observados por você, da leitura rápida, envolvente e das reviravoltas.
    Eu não gostei da personagem Ally, por mais que seja filha, não gosto de mimos e temperamentos inconstantes, rs.
    No mais, adorei a resenha e a obra.
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  4. Essa história me lembrou um pouca a segunda temporada da série american horror history, que também tem um assassino.
    Fiquei bem curiosa para ler este livro porque adoro um bom suspense psicológico. Sem falar que a capa é bem chamativa!
    Pretendo comprar e ler!

    ResponderExcluir
  5. Adoro fazer isso, e nem me dou ao trabalho de ler sinopse. Melhor ainda quando nos deparamos com um livro bom como este parece ser.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Eu AMO esse gênero e estou querendo comprar esse livro faz tempo.
    MAS SAUDADES DAS PROMOÇÕES DE VERDADE DO SUBMARINO.
    Mas este ano compro, com certeza. Parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  7. Uma sinopse interessante, embora embora a resenha faz com que ela pareça um pouco irritante, questionando constantemente tudo que ela sabe desde pequena. O gênero, apesar de não ser o meu favorito, é muito bom e esse livro parece um ótimo exemplo dessa literatura de qualidade

    ResponderExcluir
  8. Não li nenhum livro da autora, mas tenho muita vontade esse livro, só que acho que ele não seja grande coisa, mas adoraria conhecer a historia mesmo assim, a capa eu gosto mais ou menos, sei lá falta algo, e na historia também na minha opinião.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, mas ele parece ser muito bom! Quero muito ler um livro assim, e esse parece ser ótimo. Gostei quando você disse que a história é bem perturbadora e você ficou bastante tensa com o livro. Acho que vou até colocar esse livro na minha lista para não esquecer :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto a capa desse livro, mas não tinha me interessado tanto, mas pelo que li da resenha ele é ótimo e parece ser muito intenso, fiquei muito curioso! Além de tudo não tinha percebido que era da mesma autora de Identidade Roubada que me deixou muito surpreso, aposto que o final desse livro é tão bom quanto!

    ResponderExcluir
  11. Para ser bem sincera, a resenha é otima, ela me fez querer ler o livro, mas eu estou em uma fase das minhas leituras, que estou optando pra romances. Então esse livro acabou que não me interessando ao ponto de querer ler.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  12. Suspenses psicológicos são vida <3
    Amei a capa e o título do livro, já instiga e nos faz querer levar pra casa no escuro mesmo!
    Livros ágeis e com ação todo o tempo valem muito a pena e nos motivam. Muito melhor do que livros que ficam muuuito tempo parados!
    Beijão
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  13. Poxa, ja vi esse livro muitas vezes nas livrarias, e das muitas quis comprar por causa do nome, mas pensava se iria me arrepender...
    Vejo que nao...
    Otima resenh

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014