13

A GAROTA DO PENHASCO (Lucinda Riley)


Um livro que me chamou a atenção, do lado de fora da livraria olhei e me apaixonei, uma garota no penhasco dançando, parece meio bobo, mas eu me encantei... Algo nela me chamou a atenção...  E depois...  Pelas suas longas 528 paginas de muita emoção.
A Garota do Penhasco narra a  história de duas famílias ligadas pelo destino e por mágoas do passado, essas magoas que poderiam ser mudadas, pois foram alguns desencontros, falta de palavras, de um “obrigado” ou de “por favor”.  Nós somos introduzidos na história por Aurora Devonshire a garota do penhasco, que começa a nos contar um historia, a historia de amor que une sua família com a família de Grania Ryan.
Grania passa por uma grande tristeza que a deixa confusa e o que precisa naquele momento e sumir, decide deixar sua carreira em Nova York, o homem que ama, para voltar à pequena fazenda de sua família, na Irlanda. No começo detestei Grania, fugir sem motivo deixando Matt sem respostas, Grania é insegura e extremamente orgulhosa, mas aos poucos fui vendo que ela não era assim tão insuportável ela só estava tentando superar a dor que sofreu e achou que Matt não a entenderia, ela aproveita então as caminhadas para pensar em sua vida e em tudo que aconteceu. Em uma desses passeios a beira de um penhasco ela encontra uma garota a nossa pequena, doce, e muito falante Aurora uma menina incrível com um coração partido por ter perdido a mãe, e acostumada à ausência do pai Alexander, elas logo ficam amigas o que e contra a vontade de sua mãe Kathleen, que possui uma magoa muito grande pela família da pequena garotinha.
Durante a narrativa Kathleen conta os motivos pelos quais não quer que sua filha que se envolva com uma família que já causou tanto mal a sua, e assim vamos conhecemos outros personagens, Mary, Sean, Anna, Jeremy, Lily, Joe e outros. 
Mary minha personagem favorita, é uma personagem maravilhosa, ela possui uma força extrema e uma capacidade de tornar tudo que passa e sofre em algo bom.  Ela e forte, linda, e destemida, faz o que o coração pede, não mede a consequências, esta em seu intimo, ela faz.  Durante o livro o leitor conhece bem a fundo os personagens e suas personalidades. Uma historia de desencontros que dura mais de 200 anos, e da qual Grania e Aurora vão tratar de mudar tudo. O mais interessante e que no decorrer da historia Lucinda conta detalhes da época de seus personagens, e como alguns podem ser cruéis, algumas atitudes chegam a nos chocar, e algumas delas machucam.
A Garota do Penhasco é uma história que comove e encanta pela delicadeza e sensibilidade. Mas sem deixar de lado o suspense, as intrigas, as mortes. No livro temos o passado e presente em duas histórias paralelas dentro da mesma narrativa é muito interessante, por varias vezes voltaram às paginas para fazer as contas das datas, um atrativo muito bom.
Uma surpresa é que em vários momentos Aurora interrompe a narrativa para conversar com o leitor e fazer as explicações que acha necessária. Mas e só no final você consegue entender a interferência e importância de Aurora na narrativa.
Uma coisa me chama muita atenção: foi o erro na sinopse que fica na contracapa do livro, lá diz: "O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza". Não existe essa possibilidade já essa historia trata de passado e futuro, quando Grania nasceu, Lawrence já estava morto.
A Garota do Penhasco é uma obra que emociona desde as primeiras páginas, e que fala sobre o amor, amor incondicional... E como as escolhas mudam completamente as nossas vidas, e a vida das pessoas ao nosso redor... Terminei esse livro emocionada, não com lágrimas nos olhos, mas surpreendida com o que reconheci em mim mesma.  
Recomendo a leitura, ela será não só maravilhosa como surpreendente e prepare-se para uma história memorável!!!
Enquanto permaneço aqui sentada meditando sobre a história que vou lhe contar (...) devo ressaltar que ela tem um tema predominante. Esse tema, é claro, é o amor, e as escolhas que todos fazemos por causa desse sentimento. Muitos de vocês pensarão de imediato que me refiro ao amor de um homem e uma mulher, e em grande parte é isso mesmo, sim. Mas há outras formas preciosas de amor que merecem consideração: por exemplo, a de um pai ou de uma mãe por um filho ou uma filha. pág 8
...) Quaisquer que fossem seus sentimentos em relação à Aurora, a criança não podia ser responsabilidade sua. E não poderia permitir que a história se repetisse... pag. 299

Um pouco sobre a autora: Lucinda Riley nasceu na Irlanda e durante sua infância viajou ao exterior, especialmente para o Extremo Oriente, para visitar seu pai. Mudando-se para Londres, tornou-se atriz e trabalhou em teatro, cinema e televisão. Aos 24 anos, escreveu seu primeiro romance, baseado em suas experiências com dramaturgia. Em seguida, escreveu sete romances com o pseudônimo "Lucinda Edmonds", que foram traduzidos para 14 idiomas. A autora atualmente vive entre Estados Unidos e França, com o marido e quatro filhos. Seus livros publicados no Brasil são:

A Garota do Penhasco
A Luz Através da Janela

Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Nossa... eu quero ler esse livro *_*
    Já li muita coisa positiva sobre ele e a autora também é bem visada, mas tenho medo de ser um daqueles livros que eu compro e não leio :/ Mas todos os livros da autora estão na minha lista de desejos, vou espantar o receio e comprar *_*
    Boa semana meninas!

    ResponderExcluir
  2. Faz tempo que tenho vontade de ler esse livro, mas agora a vontade multiplicou por 100. Adoro livros desse jeito, que me emocionam, histórias de familia, amor...
    Vai entrar pra minha listinha de desejados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Pelo visto a narração desse livro é bem parecido com A Casa das Orquídeas, o que me fez quer ler o quanto antes.
    Eu me encantei totalmente o livro e sinto que o mesmo vai acontecer com esse. A autora parece ter um dom de mesclar o presente com o passado sem nos deixar confusos.
    Adorei a dica.
    Abraços
    Vivi

    ResponderExcluir
  4. O livro realmente parece ser lindo, eu no começo não sentia nenhum interesse em ler ele, mas ai fui vendo resenhas que me fizeram mudar de ideia, e que chato hein, como a editora erra desse jeito na sinopse da contracapa, espero ler o livro em breve.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Quero muito esse livro!
    Parece ser muito emocionante e cativante. O livro é bem grandinho, mas pelo jeito a quantidade de páginas não importam. Estou a procura de um livro assim, que seja memorável, que sua mensagem entre no meu coração e fique lá por muito tempo, uma história de amor comovente, e acho que esse livro tem tudo o que estou procurando no momento. Uma pena que a sinopse tem um erro tão tosco, eu, particularmente, não gosto muito de ler sinopses, para mim elas nunca chamam atenção e geralmente são toscas, não falam do foco do livro. Adorei a resenha e espero ler o livro em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o a estoria do livro parece ser bem envolvente e conmovente *--* a capa realmente chama a atenção pela sua delicadeza, com certeza também me despertaria curiosidade se a visse em alguma livraria *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  7. Parece algo tão comum e banal, mas quando paramos para analisar, quantas famílias não têm problemas porque deixam as mágoas acumularem?
    Essa resenha me tocou muito, a história em si. Parece emocionante.
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho o livro... mas ainda não senti AQUELA vontade de ler.
    Acho que vou dar uma chance e tentar ler mês que vem.

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros que narrem o passado e o presente da forma correta.
    Eu sou louca para ler este livro mas o bolso ainda não deixou que eu comprasse :(
    Amo este tipo de história com seu suspense, intrigas e emoções a mil! Sem falar que também sou louca por esta capa!

    ResponderExcluir
  10. A Lucinda é ótima, além de muito simpática. Dos livros citados no final, apenas este mesmo que eu não li, apesar de ter o exemplar, pura falta de tempo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Concordo com você, a capa é linda e eu compraria esse livro só para te-lo na minha estante, a sinopse me lembrou um pouco de Romeu e Julieta, que por acaso é uma das minhas historias favoritas, estou doida para por as minhas mãos nesse livro

    ResponderExcluir
  12. Esse livro parece mesmo bem tocante, como os outros da autora, mas ainda falta algo para me deixar mais curioso para eu conseguir encarar os seus livros enormes como A casa das Orquídeas que tenho aqui!
    Muita mancada colocar uma sinopse errada no livro, mas ainda bem que o livro consegue satisfazer mesmo assim!

    ResponderExcluir
  13. A capa é linda mesmo e pelo jeito a história também é!
    Os livros da Lucinda são sempre bem indicados né? Acho que vou procurar na livraria também!
    Beijão
    Endless Poem

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014