4

TOPLESS (Martha Medeiros)

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 66º livro lido em 2013 e foi TOPLESS (Martha Medeiros). Não preciso de referências para ler a Martha, apenas ver seu nome na capa do livro e me entrego à sua escrita, convicta que será prazerosa.
O livro é uma coletânea de crônicas escritas pela jornalista no ano de 1997 e como não podia ser diferente, cada crônica é embasada, ou em um assunto pertinente ao momento dentro de toda esfera nacional ou em uma peculiaridade do dia a dia de todo e qualquer ser humano e, discorrendo sobre isso, encontramos crônicas que falam de casamento, amor, espera, política, verão, paixão e família, sempre com um paralelo muito bem estruturado e argumentado com a vida humana.
Curioso foi ler sobre a vinda do papa João Paulo naquele ano e a descoberta que o Brasil fez de um fenômeno chamado Gustavo Kuerten. Uma nostalgia estranha ao ler a crônica citar disquetes e aparelho de CD com uma naturalidade tranquila e a sensação foi maravilhosa ao perceber que não eram apenas crônicas, mas uma conversa inteligente da autora com o papel, numa busca solitária ou não em dar sentido, cor e brilho à sua vida.
Adorei o livro e ainda que eu tenha percebido que a sua escrita hoje é bem mais objetiva e abrangente que a de 16 anos atrás, a abordagem e a dinâmica continuam impecáveis. A autora escreve e baseia seus pesamentos de uma forma tão bem feita, que ainda que você não concorde com ela, encontra nos seus parágrafos a verdade que muitas pessoas não conseguem defender.
Meu plano era ler uma crônica por dia, de forma despretensiosa,  sem metas ou pressa, mas foi impossível. Li o livro de uma vez só e não me arrependo. Eu indico para todos aqueles que gostam de crônicas sinceras, educadas e verdadeiras. Podem ler como eu pretendia, uma crônica por dia, ou podem devorar o livro. De um jeito ou de outro, vocês vão acabar se identificando com uma ou com todas as situações usadas.
Se tiverem a oportunidade, se joguem!

"A Europa não produz mercadorias, produz estilo de vida. Não estimula concorrência, estimula convivência. Não pensa apenas em construir, mas em preservar. E sabe que um único cálice de vinho contém mais história do que duzentas máquinas de Coca-Cola." - Crônica ORLANDO x VENEZA - página 23

"Eu posso ser generosa ao emprestar minha casa de praia para um amigo veranear, ou conseguir estágio para um estudante recém-saído da faculdade, ou dormir no hospital com um parente que acaba de ser operado. Como estes, há centenas de gestos bacanas que tornam as relações humanas menos egoístas. Só que são gestos momentâneos, que resolvem problemas isolados, sem necessidade de envolvimento posterior. Adotar um bebê é diferente. Não se está brincando de boneca ou fazendo a boa ação do dia. Quem adota uma criança está adotando também um sentimento que vai crescer a cada minuto e que vai transformar sua vida de uma maneira definitiva." Crônica TOMA QUE O FILHO É TEU - página 27



Um pouco sonre a autora: Martha Mederios nasceu em 20 de agosto de 1961, em Porto Alegre-RS. É colunista dos jornais ZERO HORA e O GLOBO. Suas obras publicadas são:

Strip-Tease (1985) - Poesia
Meia noite e um quarto (1987) - Poesia
Persona non grata (1991) - Poesia
De Cara Lavada (1995) - Poesia
A Terra Gasta (1996) - Poesia
Poesia Reunida (1998)
Geração Bivolt (1995) - Primeiro livro de crônicas
Topless (1997) - Crônicas
Santiago do Chile (1996) - guia de viagem
Trem-Bala (1999) - Livro de crônicas, adaptado para o teatro.
Non Stop (2000) - Crônicas
Cartas Extraviadas e Outros Poemas (2000)
De Café e Cogumelos (2001) - Crônicas
Divã (2002) - Romance que deu origem a peça, ao um filme e a série de TV.
Montanha-Russa (2003) - Crônicas
Coisas da Vida (2005) - Crônicas
Esquisita como Eu (2004) - Infantil
Selma e Sinatra (2005) - Romance
Tudo que Eu Queria te Dizer (2007) - Adaptado para o teatro.
Doidas e Santas (2008) - Crônicas - Adaptado para o teatro.
Fora de Mim(2010) - Romance
Feliz por Nada (2011) - Crônicas
A Graça da Coisa (2013) - Crônicas
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Olá Ivi, tudo bem??
    Amo crônicas e confesso que não conhecia o livro,mas achei ele super interessante, pelos aspecto de ser algo mais antigo.
    Amei esta dica =)
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Quanta coisa da autora e eu nem conheço ela ainda. Estou perdendo tempo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, realmente ela tem várias obras publicadas e eu também nunca tinha ouvido falar dela. Eu conheço bem poucos autores brasileiros.

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada dela, mas não foi por falta de indicações, principalmente suas kkkk, quero ler, mas não sei se começaria por esse. Bjs

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014