7

TODO DIA (David Levithan)

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 55º livro lido em 2013 e foi TODO DIA (David Levithan). Do momento que comecei a ler este livro, meu pensamento só se acalmou quando eu concluí a leitura e isso se deu por vários fatores: Primeiro porque estava curiosa pra ler mais coisas escritas pelo David Levithan; Segundo porque a premissa do livro é diferente de tudo que eu já tinha visto e terceiro, porque a história me prendeu de uma maneira que deixar a leitura de lado foi impossível para mim.
O livro nos trás um personagem diferente de tudo: Ele todos os dias acorda em um corpo diferente, vive neste corpo por apenas 24 horas e no dia seguinte ele estará novamente em um outro corpo e embora ele já esteja acostumado a "sequestrar" os corpos que usa por um dia, ele nunca tinha de fato desejado não mudar mais, ele não tinha cogitado a possibilidade de simplesmente ficar em um determinado corpo que ele estivesse ocupando, até o momento em que ele se apaixona.
Este protagonista diferente chama-se A e ele tem 16 anos. Isso mesmo, a letra A foi o nome que ele mesmo se deu e um dia A acorda no corpo de Justin, um adolescente comum que tem uma namorada encantadora, a Rhiannom e é por essa garota que A se envolve emocionalmente, mas ainda que ele esteja apaixonado, ele não consegue impedir a mudança diária que acontece com ele e ainda que todos os dias ele mude de corpo, e estes corpos variam de cidade, ele encontra um meio de ir até a garota por quem ele está apaixonado para que de alguma maneira, este amor possa ser correspondido, vivido em plenitude.
Porém um dos corpos que A ocupou acorda sabendo que foi possuído por algo estranho e sem explicação e causa um pequeno "auê" na rotina estranha que A vive. Dúvidas novas surgem no decorrer dos dias, complicações e com a ajuda de Rhiannom, ele vai tentando encontrar uma maneira de viver.
O livro é maravilhoso, a história é empolgante, ainda que tenha um toque de melancolia e muitas histórias nos são apresentadas. A ocupa corpos diferentes, com vidas e orientações diferentes e um pouco da alegria e da angústia de cada um destes corpos vai ficando impresso na vida de A. E ainda que ele viva a vida de muitas pessoas, todos adolescentes, ele tem sua própria personalidade, seus próprios princípios e valores e uma conduta muito digna.
Acredito que este foi um dos melhores livros que eu li este ano. Além da história ser intensa e original, o livro nos faz refletir sobre quem de fato somos e o quanto amamos o outro independente do corpo que hospeda este alguém. O quanto de fato estamos ligados à "embalagem" das pessoas e se conseguiríamos reconhecer as pessoas mais importantes de nossas vidas ainda que não estivessem dentro dos corpos que nos foram apresentados.
Esta leitura reafirmou uma teoria que eu defendo dia após dia: Que são as almas que se apaixonam. É o nosso eu interior, aquele que independe da nossa casca que de fato se liga à outra pessoa.
O livro é muito bonito e da primeira até a última página, é recheado de trechos maravilhosos. Foi realmente muito difícil escolher os trechos que mais gostei, mas tentei sintetizar os que mais me chamou a atenção ou os que mais me identifiquei.
Se tiverem a oportunidade de ler, não deixem para depois. O livro é MUITO bom!!!

Quotes escolhidos: "Se tem uma coisa que aprendi, é isso: todos nós queremos que tudo fique bem. Nem mesmo desejamos que as coisas sejam fantásticas, maravilhosas ou extraordinárias. Satisfeitos, aceitamos o bem, porque, na maior parte do tempo, bem é o suficiente." página 10

"O passado não me ofusca, nem o futuro me motiva. Concentro-me no presente, porque é nele que estou destinado a viver." página 11

"Já presenciei essa situação muitas vezes. A devoção gratuita. Preferir o medo de estar com a pessoa errada por não ser capaz de lidar com o medo de ficar sozinho. A esperança tingida de dúvida, e a dúvida tingida de esperança." página 13


"Eu sempre fico impressionado com pessoas que sabem que algo está errado mas ainda insistem em ignorar, como se isso, de alguma forma, fizesse com que os problemas desaparecessem. Elas se poupam do confronto, mas terminam ressentidas de qualquer maneira." página 59,


"Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele não pode fazer nada sozinho." página 149


Um pouco sobre o autor: David Levithan é um escritor norte americano, nasceu em 07 de setembro de 1972, New Jersey. Seus livros publicados no Brasil são:
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Realmente é muito diferente de td que ja foi lido e indicado pela bloguesfera. Não sei ao certo se leria assim de pronto, por se tratar de 'adolescentes', mas realmente me interessei mais no que A é e como fará para mudar isso... rsrs...
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Ivi, que livro diferente... Um corpo por dia é uma experiência super complexa! Fiquei muito curiosa, parece bem interessante.

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa,
    que estória é essa.!?
    nunca tinha nem se quer ouvido falar do livro, e
    Confesso que fiquei com um pé atrás em lê-lo, sei lá :/

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse é o livro que eu mais quero ler agora!! Nunca vi também nada com essa premissa, tou muito curiosa pra sabe como, porque isso acontece com ele. Que bom que vocês gostou :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei o ultimo quote... E que resenha grande hein hahaha, todas as resenhas que eu li desse livro geralmente são maiores que as normais... Deve ser muuuuuuito bom mesmo...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    PS: caso alguém esteja querendo mudar sua lay, tem uma promoção de template aqui: http://umnovo-roteiro.blogspot.com.br/2013/09/promocaoo-de-template.html

    ResponderExcluir
  6. Desde que o livro foi lançado eu tinha certeza que queria ler.
    Saber que foi uma dos melhores livros que você leu esse ano me faz ficar com mais vontade de ler ainda. Quero sentir e refletir durante e após o livro.

    ResponderExcluir
  7. Um dos melhores do ano? Bom... isso sempre me anima, hehe.
    Sério.... só li coisas positivas desse livro, então bom ao menos deve ser.
    Gostei da capa e parece ser um livro com um conteúdo bem bacana.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014