24

INFERNO (Dan Brown)

Quem assina a resenha de hoje é a nova colunista do Blog, Bel Sanz.

Depois de anos de espera pela nova aventura de Robert Langdon, finalmente Dan Brown resolveu nos brindar com mais uma história emocionante.

Desde o Código da Vinci, que espero e leio todos os livros de Dan Brown, que é um dos meus autores preferidos e já gosto de seus livros antes mesmo dele escrever, e "Inferno" foi muito aguardado e não me decepcionou.

Nessa nova aventura de Robert Langdon - seu personagem principal e velho conhecido dos leitores, Dan Brown nos leva a uma grande viagem onde engloba com maestria a arte, arquitetura e história, onde o personagem deve decifrar códigos e mistérios, e dessa vez ele nos faz pensar colocando questões de cunho social e científico, elaborando questões atuais como a superpopulação no planeta.


Seus livros são ricos em descrições arquitetônicas e sempre sinto vontade de lê-los ao lado do computador, pesquisando na Internet pelos lugares e obras descritas com minúcia, muitas vezes isso faz com que a leitura seja mais lenta, mas vale a pena.


Diferente de suas obras anteriores onde o ponto principal foi a religião católica; nesse livro, Dan Brown deu um descanso à religião fazendo apenas uma citação durante o livro contra os seus dogmas. 
 
E mais uma vez "viajamos" pela Itália, principalmente por Florença onde seguimos com Robert Langdon no mundo de Dante Aliguieri e sua mais famosa obra literária "A Divina Comédia", que junto com obras de arte que foram inspiradas em sua história, enveredamos pelo Inferno, Purgatório e o Paraíso. Como o nome do livro diz nos aprofundamos mais pelo Inferno de Dante.


Quem se aventurar a seguir com Robert Langdon nessa história pode se preparar para sentir a adrenalina. O livro começa de maneira bombástica com o personagem em um hospital na Itália sem saber como chegou lá e porque está com um ferimento à bala na cabeça. Sofrendo de amnésia - ele não consegue lembrar o que aconteceu nos últimos três dias, ele vai, com outros personagens, juntando lembranças através de visões que atormentam sua mente: uma linda mulher de cabelos prateados que repete "Busca e encontrarás" em frente a um lago com águas vermelhas e repleto de corpos e seres em agonia. Nesse ínterim, Robert descobre um estranho objeto escondido no forro de seu paletó, que ele não recorda como foi parar ali. E as pessoas que o feriram continuam querendo terminar o trabalho e o perseguem para tirar a sua vida. 

 
Ainda no hospital ele recebe a ajuda de uma médica, Sienna Brooks, que o ajuda a fugir logo que uma mulher aparece e mata um dos médicos que o atende e em seguida deseja terminar o serviço que havia começado tirando a vida de Robert Langdon.


Nessa corrida para decifrar as pistas que aparecem dentro do objeto, ambos se vêem numa luta pela vida. O tempo é curto e eles precisam decifrar todos os mistérios e assim poder salvar a humanidade de uma catástrofe.


Nessa busca eles se embrenham por palácios, passagens secretas, museus e muitos pontos de cidades italianas, como Florença e Veneza. 

Depois indo para Turquia, e seguimos "conhecendo" e desvendando mistérios junto a eles.

Seguindo sua fórmula, Dan Brown escreve capítulos curtos com a história mostrando vários cenários e personagens que no final se unem. Os capítulos curtos ajudam com que a leitura seja dinâmica e ele tem o dom de finalizar os capítulos nos deixando curiosos para o que vem a seguir e dessa forma nos prendendo a leitura.

Seus personagens são bem descritos. O vilão está muito bem apresentado, ele tem fortes e convincentes argumentos para a sua "loucura" nos levando a pensar na lógica deles, fazendo com que no decorrer da leitura até questionemos se ele está totalmente errado e até me via torcendo por ele quando apresentava conceitos para a solução frente a esse problema tão atual que é a superpopulação.

Os caminhos dos diversos personagens vão se ligando durante a narrativa. Junto com Robert Langdon vamos conhecendo-os e sabendo quem na verdade está ao seu lado.

O final do livro é tenso, surpreendente. Automaticamente refazemos mentalmente todos os caminhos percorridos pelos personagens e (re)ligamos as histórias de cada um.

Para quem gosta de livros de suspense e mistérios vai adorar se aventurar nessa história.

Quotes escolhidos: “Queridíssimo Deus, Rogo-lhe que o mundo se lembre do meu nome não como um pecador monstruoso, mas como o salvador glorioso que o Senhor sabe que na verdade sou. Rogo que a humanidade entenda o presente que deixo. Meu presente é o futuro. Meu presente é a salvação. Meu presente é o Inferno.” (Prólogo – pág.13)

Nada é mais criativo ou destrutivo do que uma mente brilhante com um propósito.” (Pág. 157)



Um pouco sobre o autor: Dan Brown é um escritor americano. Durante seu primeiro ano na Universidade foi à Europa para estudar História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde começou a estudar seriamente os trabalhos de Leonardo da Vinci que mais tarde teriam importância crucial em um de seus romances. Seus livros publicados no Brasil:

  • Fortaleza Digital (1998)
  • Anjos e demônios (2000)
  • Ponto de Impacto (2001)
  • Código da Vinci (2003)
  • Símbolo Perdido (2009)



Comentários
24 Comentários

24 comentários:

  1. Bem-vinda Bel e parabéns pela resenha.
    Particularmente, estou ansiosa para ler Inferno. Ainda que muita gente não tenha gostado, vejo bastante potencial nesta leitura. Tanto pela reputação e incontestável habilidade do Dan Brown, quanto pela forma como ele conduz esta trama. O que mais gostei foi do vilão ter sua "loucura" justificada (mesmo que não seja "correta"), fazendo com que o leitor possa compreender um pouco do motivo de suas atitudes.

    obs: Posso fazer uma crítica construtiva, né? Achei que o texto ficou confuso por não ter espaçamento no início do parágrafo. Parece que é tudo parte de uma coisa só.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Ana Paula, dei uma corrigida na formatação. O blogger estava de mal humor hoje... kkkkkkk Críticas construtivas são sempre bem vindas. Bj

      Excluir
    2. Olá, Ana Paula!
      Obrigada pelo comentário.
      Os personagens de Dan Brown são bem definidos, até os vilões. Todo mundo tem seu lado bom e seu lado mau, o que diferencia é a forma como se utiliza isso, e a meu ver, o Brown coloca muito bem isso nos vilões dele, procura mostrar o porque de tal comportamento, e em Inferno isso ficou mais evidente por ser um assunto polêmico e atual.
      Muitas pessoas estão criticando esse livro dizendo que a formula dele é sempre a mesma, mas nesse livro ele até que mudou um pouco, e depois pq mudar muito o que vem dando certo né?
      Depois de ler vem nos contar o que achou.
      Bjs

      Excluir
  2. Ótima resenha!! O livro é realmente ótimo! Como fã de Dan Brown, não há como resistir à sua habilidade de aliar ficção com história, arte e as viagens para lugares sempre interessantes que ele nos proporciona. Personagens primorosamente construídos, com um quê de mistério, nos deixando sempre com "a pulga atrás da orelha". Para os fãs de uma boa história com mistério e muita aventura, Inferno é super indicado!!! Impossível parar de ler enquanto não chegamos na última página!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível mesmo parar até terminar. E depois de terminar ainda voltar pra reler algumas partes :)

      Excluir
  3. Dan Brown é um dos meu escritores favoritos também, nem precisa dizer que estou ansiosíssima pra ler "Inferno", um tema que acho que todo mundo tem certa curiosidade. Já vou ler tendo certeza que não consiguir parar até terminar.
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cristiane.
      Volta para nos contar o que achou do livro, ok?
      Bjs

      Excluir
  4. Os livros do Dan fazem muito sucesso né? não sabia que era mais um livro sobre o Robert Langdon, dá para ler sem ter lido os outros ou faz falta?

    bjos
    Pah
    dicalivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pah!
      Anjos e Demônios, Código da Vinci, Simbolo Perdido e agora Inferno, são todos com o Robert Langdon. Vc pode ler qualquer um deles independente, não é como os livros de série. O autor pode ate fazer alguma referencia a um livro anterior mas nada que atrapalhe a compreensão da história.
      Eu acho que vc vai se apaixonar pelo Robert e vai querer ler todos os outros :)
      Obrigada pelo comentario!
      Bjs

      Excluir
  5. To louca pra ler Inferno, até hoje só li Anjos e Demônios e adorei muito, bastou um livro para que ele ganhasse meu respeito, ele escreve muito bem e as historias são muito interessantes que te prendem de um jeito, não vejo a hora de começar a ler Inferno, mas como eu não tenho o livro vou de Simbolo Perdido assim que terminar o livro que estou lendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila!
      "Simbolo Perdido" tb é uma boa escolha, acho que vc vai gostar muito!
      Depois lê "O código da Vinci" e "Inferno", vc não vai se arrepender.
      Volta pra contar, ok?
      Obrigada pelo comentário.
      Bjs

      Excluir
  6. Li somente O Código Da Vinci do Dan Brown, mas tenho Fortaleza Digital e O Símbolo Perdido para leitura. :) Confesso que Inferno não me provocou ansiedade para conhecer, mas depois de ler as resenhas (essa incluída), percebo quão admiradas ficaram as pessoas que leram ao se deparar com o mito de Dante e uma história repleta da aventura que este autor é capaz de desenvolver, colaborando ainda para discutir sobre um tema importante: a superpopulação. É, acho que preciso ceder a este reconhecimento dos fãs e dar uma chance a este livro! (rs)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francine!
      Eu gostei de todos os livros de Dan Brown mas "Inferno" me surpreendeu. Talvez pelo fato dele ter usado um tema atual e, de uma certa forma, desvinculado da religião católica, apesar dele dar uma cutucada mas foi algo bem sutil perto dos outros livros. E ele consegue nos fazer pensar pelo lado dos 'mocinhos' e dos 'vilões'.
      Dá uma chance ao livro e volta pra nos contar kkkk
      Bjs

      Excluir
  7. Olha que não sou fã de Brown... e agora, com sua resenha, fiquei com uma vontade de ler este livro, pra tirar minha implicância com seus livros, rsrs...
    Adorei! Por fugir do foco religião é que o livro se torna interessante! Esse thriller me parece tenso e adoro isso numa leitura, ainda mais quando a narrativa é intensa e rápida, me deixando curiosa com o próximo capítulo. Taí, me convenceu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manu!
      Que bom que vc ficou curiosa kkkk
      O tema é tenso e a história e a forma como ele a desenvolve tb. Nos vemos correndo contra o tempo junto com o Robert. Em muitos momentos nos sentimos como ele, com as mesmas dúvidas, os mesmos sentimentos, os mesmos erros e os mesmos acertos. Se vc gosta de 'viver' a história junto com o personagem, então vai gostar do livro.
      Leia e volte pra nos contar, ok?
      Obrigada!
      Bjs

      Excluir
  8. Eu não gostei nem um pouco do último livro do autor, achei muito óbvio quem era o vilão. Ainda não me decidi se quero ler esse novo livro, mas acho que se for será pela temática do Dante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Naty!
      Geralmente nos livros dele o vilão é logo definido. Ele nos deixa na dúvida quanto aos outros personagens e suas motivações. Em "Inferno" já sabemos logo no prólogo quem é o "vilão" e no decorrer da história procuramos, junto com Robert, entender seus motivos, seus segredos e seus aliados.
      Quanto a temática de Dante achei muito interessante a maneira como ele colocou sua obra na história.
      Caso decida ler, volte pra contar o que achou.
      Bjs

      Excluir
  9. Não sei se é o melhor dele, ou não, mas achei bem boa essa história. Segue aquele jeito gostoso do autor de escrever tramas que deixam vontade de saber mais, curiosidades e tudo o que o autor coloca em suas obras. Acho que vale a pena conferir e quero ler o meu também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cristiane!
      Vale a pena conferir sim, vc não vai se arrepender.
      Quero saber o que vc achou depois de ler, ok?
      Bjs

      Excluir
  10. Infelizmente nunca li nada dele, mas desejo ter esse prazer assim que possível. Gosto de enigmas e a forma que ele trata de religião é muito interessante. Bom saber que ele fugiu um pouco dessa temática. Adorei a resenha e a cada uma que leio de um livro dele minha vontade só vai se intensificando.
    Beijos
    http://livrosromanticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nunca li ele... Mas já li várias resenhas positivas... Espero ler em breve... Mas a capa nunca me chamou atenção sabia?

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nada do autor, apesar de tantos elogios que vejo de seus livros. Esse livro, assim como os outros, parece ser bem interessante. E que bom que ele mudou e saiu do tema religião.
    Adorei a resenha ;)

    Beejo

    ResponderExcluir
  13. Apesar da resenha, esse é um livro q eu não vou ler....
    Não tenho nenhuma vontade de lê-lo.....

    ResponderExcluir
  14. Oi adorei sua resenha!.. muito obrigado...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014