5

EMMA - Jane Austen

Gente linda que ama livros tanto ou mais que eu, termino 2012 com 44 leituras. Orgulhosa de mim e da organização que fiz para que as leituras fossem prósperas para mim. E encerro o ano com um livro lindo demais: EMMA – Jane Austen.
Já disse nas últimas duas resenhas que fiz de livros da Austen que eu não me perdoarei nunca por ter deixado passar tanto tempo antes de ler algo dela, mas agora que a conheci, só me darei por satisfeita, depois que ler todos os seus livros.
O livro conta a história de Emma Woodhouse. Uma jovem aristocrata que vive entediada em um palacete próximo a Londres, na companhia do pai idoso e viúvo. A vida havia se tornado insuportavelmente enfadonha após o casamento e a partida de sua governanta e única confidente. Emma consegue fugir da monotonia ao promover encontros entre pares que considera ideais para se casarem. Leva e traz comentários românticos entre rapazes e moças, sussurrando em seus ouvidos impressões próprias a respeito dos sentimentos alheios. Apesar de ser repreendida pelo querido amigo George Knightley, Emma insiste em dar continuidade à sua "missão", certa de estar praticando o bem. No entanto, uma inesperada reviravolta acontece em sua vida, desestabilizando completamente a jovem que acreditava exercer total controle sobre os assuntos do coração.
O que me deixou intrigada nesta leitura é que a personagem principal é inteligente, mas fútil, é manipuladora, egoísta, altiva, preconceituosa, esnobe, entre outros predicados.  E ao mesmo tempo é adorável, preocupada com o pai, com os amigos, divertida e (quase) sincera.  Sem falar que ela é a pior casamenteira da história. Não conseguia enxergar um palmo a frente do nariz, e por conta disso enfiou a amiga Harriet em algumas enrascadas.
Já o herói do livro, Mr. Knightley é o homem perfeito. Não no sentido de que não tem defeitos, mas que é um personagem adorável. Ele é a voz da razão, aquele que dá bronca na garota, chama a sua atenção, enxerga profundamente a natureza humana e o caráter alheio e poucas vezes se engana a respeito de uma pessoa. E tem um coração de ouro, sempre disposto a ajudar e a conhecer melhor a situação antes de sair prejulgando.
Enfim, uma história bem escrita e impossível de não ser admirada. Não é sem razão que a base de fãs de Austen já esteja no seu segundo século de vida e eu acredito que gerações vindouras também irão amar e apreciar apaixonados suas histórias.
Recomendo!!!
 
 
 
Sobre a autora: Jane Austen nasceu na Inglaterra em 16 de Dezembro de 1775 e faleceu em 18 de Julho de 1817. Suas obras publicadas no Brasil são:
 
·         Orgulho e Preconceito
·         Razão e Sensibilidade
·         Persuasão
·         Emma
·         A Abadia de Northanger
·         Mansfield Park
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Nunca li nada da Jane! Ela morreu no dia em que nasci :/
    Ivi tem selinho pra vc no blog
    http://livroscomresenhas.blogspot.com.br/2012/12/selinho-musica-para-meus-ouvidos.html
    Bjos e boas festas
    Samy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Caí aqui no seu blog e já adorei o que vi, hahaha, AMO Jane Austen! Mas nunca li esse livro, parece ser legal, vou providenciar a leitura
    Só pelo fato de se passar na Inglaterra já me ganha totalmente, sou fascinada pelo país :)
    Estou seguindo seu blog, tem muita resenha bacana por aqui!
    Espero que possa me visitar, e seguir se gostar, falo sobre o que escrevo, o que leio, filmes música e etc, mas principalmente, LIVROS, hehe.

    Beijos!
    Feliz Ano Novo :)
    Carol - http://caixa-a-a.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estou seguindo seu blog também, adorei o conteúdo. bj!!!

      Excluir
  3. Não posso falar de Jane, não posso não posso não posso.
    MARAVILHOSA!!!!
    Todos sem exceção!
    Emma também é singular apesar de meu preferido ser Orgulho e Preconceito...
    Recomendo a leitura da bibliografia completa...cultura e clássicos1

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014