7

Eu (Ricky Martin)

O 13º livro que li em 2012 foi EU (Ricky Martin). Desde o lançamento deste livro, a autobiografia do PopStar em 2010, eu já li o livro 8 vezes e fico me policiando para não reler. Mas já me comprometi a ler apenas uma vez por ano, salvo se ler em outro idioma, então este ano já li em espanhol e inglês também. Por que fiz isso? Não, não se trata de uma obra literária perfeita e viciante, embora seja muito bem escrita e tenha seguido um sistema interessante em descrever a sua própria vida, Ricky Martin não é um escritor digno de Best Seller. Mas li este livro várias vezes e tornarei a ler porque sou apaixonada por ele. Sou fã deste homem desde quando ele era um menino e rebolava no grupo Menudo, febre absoluta entre as meninas nos anos 80. 
O livro conta sua história de vida, como qualquer outra biografia. Fala da infância, do desejo de ser artista, de ser reprovado nos testes para o Menudo por duas vezes, no tempo investido enquanto viajava pelo mundo cantando, das primeiras experiências amorosas, do relacionamento de altos e baixos com os pais, de uma necessidade constante em busca da espiritualidade, do trabalho para se estabelecer no mundo do Show Bussiness, da criação da sua fundação de ajuda humanitária, do desejo de ter sua família e da luta intensa e sem fim para se aceitar como homossexual. Tudo isso? Sim, mas acima de tudo, do homem comum atrás do astro. 
O livro é escrito de uma forma tão deliciosa e envolvente que é impossível não se apaixonar por ele, não desejar saber mais coisas sobre ele e de entender que ele alcançou o sucesso que tem até hoje, porque fez tudo da maneira certa.
Não por ser um ícone no mundo das celebridades, mas por se tratar de uma pessoa sensível, ele não cita nomes, nem de paixões e nem de profissionais que de certa forma o apoiaram ou tentaram derruba-lo. Ele fala sobre si mesmo e isto deve bastar.
Claro que não estou sendo imparcial, uma vez que sou fã declarada dele, mas é um ótimo livro e embora ele seja muito jovem para já ter escrito um livro de memórias, creio que foi um passo muito importante dentro de tudo aquilo que ele já fez enquanto ser humano.



Sobre o autor: Ricky Martin é o nome artístico de Enrique Martín Morales. Ele nasceu em San Juan, Porto Rico em 24 de dezembro de 1971. Este é o único livro escrito por ele. Ricky Martin é cantor e ator.
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este foi um dos melhores livros que eu li.
    Nele, Ricky conta como foi a sua vida e ainda expôe todo o seu sentimento, com transparência.
    Sempre o admirei muito, mas depois de ler este livro, além de confirmar tudo o que pensava, passei a acreditar que não há pessoa mais humana. Vai além de apenas beleza física. Seu interior é grandioso. Que Deus lhe abençõe sempre pra que ele continue sua missão.

    ResponderExcluir
  3. Sou suspeita pra falar qualquer coisa sobre esse livro! Mas falando da resenha, está maravilhosa, descreve tudo com muita intensidade... Beijos Ivitaaa...

    ResponderExcluir
  4. Também sou suspeita em falar, por ser fã de Ricky Martin, mas sei de pessoas que se tornaram fãs do artista Ricky Martin justamente depois de lerem o livro.

    ResponderExcluir
  5. Não curto ele, nunca tive muita vontade de ler, mas já ouvi diversos elogios..

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito biografias, mas acho que as fãs fariam um ótimo proveito =)

    ResponderExcluir
  7. Tambem não curto biografias, mas acho que quando voce admira e acompanha uma pessoa, ai sim elas valem MUITO apena hahaha

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014