15 dezembro 2017

Todos de Pé Para Perry Cook (Leslie Connor)

Ficha Técnica:
Nome Original: All rise for the Honorable Perry T. Cook
Autora: Leslie Connor
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Regiane Winarski
Número de Páginas: 288
Ano de Lançamento: 2017
ISBN-13: 9788595080300
Editora: Harper Collins

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 81º livro lido em 2017 e foi Todos de Pé Para Perry Cook (Leslie Connor). No começo do ano eu vi algumas pessoas elogiando este livro e o coloquei na lista de leitura e só agora consegui conhecer a sua história.

O livro nos traz Perry Cook, um menino de 10 anos que tem uma vida muito diferente de todas as crianças da sua idade: ele nasceu e cresceu em uma penitenciária. Sua mãe, Jéssica, foi presa estando grávida dele e ele nasceu na prisão. Ele teria que ser levado embora de lá ao completar no máximo 2 anos, mas a diretora da instituição na época, muito comovida com a história de Jéssica, permitiu que o filho continuasse ali e de certa forma, aquele lugar passou a ser o lar do Perry. Ele frequenta a escola do lado de fora da prisão e até tem uma melhor amiga maravilhosa, a Zoey, mas toda a sua vida se resume em cumprir com a mãe, a pena que lhe foi decidida.

O livro começa quando Jéssica vai reivindicar sua liberdade condicional e quando começam a mexer na sua documentação, o promotor de justiça responsável pelo caso dela, descobre sobre Perry e decide tirá-lo de lá, deixando-o em um lar temporário, e a partir disso, uma série de coisas vão acontecendo. Na escola, todos os alunos precisam entregar um trabalho que consiste em contar como o aluno foi parar na pequena cidade de Surprise e Perry então, decide contar sua história e é assim que conhecemos o crime que Jéssica cometeu e os motivos pelos quais Perry não foi entregue a qualquer parente quando nasceu.

Já no primeiro capítulo fui envolvida intensamente pelo carisma e inocência de Perry. Eu adoro livros com crianças protagonizando histórias fortes, então eu estava inclinada a amar este livro. Mas confesso que o que senti durante a leitura foi algo ainda mais forte. A história além de muito original, é muito envolvente. Temos um protagonista bem desenvolvido, inteligente, esperto, que dribla o bullyng na escola, que adora sua melhor amiga e que tem uma relação de muito amor com a mãe, apesar de todos os seus erros.

É uma narrativa fluida e bem instigante, que me emocionou em muitos pontos. Conhecemos o dia a dia dentro de um presídio americano, considerado de segurança mínima em função dos delitos cometidos pelos internos, mas ainda assim, personagens com histórias muito fortes.

A forma como a história se conclui é bem construída e consistente, de forma que toda a narrativa faz sentido. Eu passei o livro todo desejando aquele tipo de final, ainda que tenha me surpreendido. Ao finalizar a leitura, eu estava tão satisfeita com a história que minha vontade era gritar para o universo inteiro parar e ler este livro.

Vi pouquíssimas divulgações e resenhas dele e lamento muito ter adiado esta leitura por tanto tempo, porque atrasei meu encontro com Perry e deixei de conhecer antes uma história maravilhosa.

Enfim, se você tiver oportunidade, não pense duas vezes em conhecer essa narrativa. Ela é sensível, mas sem dramas desnecessários. Ela te emociona, mas sem apelação. Ela te faz pensar e a sensação é que você leu o melhor livro do mundo.

Eu amei demais!!!


Um pouco sobre a autora: Leslie Connor nasceu em Cleveland, mas mudou-se ainda criança para Nova York por causa do trabalho do seu pai. Foi uma criança enérgica, envolvida em esportes e seu primerio interesse na literatura foi escrever livros infantis. É uma pessoa muito criativa e quando não está escrevendo, está fazendo algum artesanato. No Brasil, Todos de Pé Para Perry Cook é o seu único livro publicado.

9 comentários:

  1. Oiee Ivi ^^
    Eu também vi bastante gente falando sobre esse livro, e estava bem curiosa para lê-lo. Saber que você gostou tanto, e que se surpreendeu com o final (torcendo para que isso também aconteça comigo) me deixou ainda mais animada. vou pôr o livro na meta de 2018 <3
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Realmente me pareceu um livro muito emocionante.
    Nunca havia lido nada sobre ele e gostei de ver um livro diferente sendo resenhado.
    Acho que meu sentimento em relação a este livro, quando eu lê-lo, será o desejo de abraçar o pequeno Perry Cook. Rs
    A história é muito comovente e o que eu mais gostei foi da originalidade dela.
    Amei! Grata pela sugestão!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bom?
    Eu nunca vi esse livro, mas adorei a premissa e a minha xará deve ser também uma protagonista maravilhosa, apesar dks erros, o fato de a deixarem manter a criança aprova isso. Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivi

    Eu não sei se aprovo a decisão dessa diretora. Se por um lado ela agiu com o coração, deixando um filho perto de sua mãe, por outro acho que ela foi um pouco irresponsável. Esse definitivamente não é um ambiente para uma criança. Claro que para eu entender melhor eu deveria ler o livro, mas acho que não mudaria minha opinião quanto a isso.
    Eu não curto muito livros com crianças, mas quando a carga dramática é intensa até gosto, caso de Sete Minutos Depois da Meia-Noite, por exemplo.
    Vamos ver se leio ano que vem! :)

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ivi! Tudo bem?
    Eu vi muitas pessoas elogiando esse livro quando foi lançado, porém, na época não tive como ler e acabei esquecendo dele. Sua resenha reacendeu minha curiosidade para ler esta obra. Normalmente, eu já gosto de livros protagonizados por crianças e esse parece ser ainda mais especial. Adorei sua descrição do protagonista, um menino esperto, que tem uma relação bonita com a mãe e ainda parece ter sido muito bem desenvolvido pela autora.
    Adorei ler sua resenha, que me despertou novamente meu interesse para ler este livro. Dica anotada e espero me encantar por esta obra como você.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ivi,
    eu me lembro vagamente de já ter visto esta capa por ai mas nunca li uma resenha deste livro e por isso não fazia ideia da história contida em suas páginas mas agora que sei quero poder dar uma chance ao livro e conhecer melhor sua história. Eu ainda não li nenhum livro forte protagonizado por uma criança, quero muito ler quarto, já que o filme me comoveu bastante e agora este que espero gostar tanto quanto você.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  7. Amo essas histórias que fogem de tudo o que estamos acostumados! Fiquei com um peso no coração ao imaginar uma criança vivendo assim, mas de certo modo, fiquei curiosa para saber como uma criança retrataria o convivio em uma penitenciária e se sua mãe de fato irá conseguir sair. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Já tinha visto falar desse livro por aí e com certeza é uma história emocionante, imagino como deve ter sido difícil para o menino crescer em um ambiente assim e depois se adaptar a vida 'normal' lá fora da prisão.
    doida pra saber qual foi o crime da mae dele

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu acho a premissa dessa obra super interessante e morro de vontade de realizar essa leitura! Parece ser de fato muito emocionante e acho legal saber como é esse dia a dia dentro de uma prisão americana, já que eu não tenho nem ideia de como seja. Com certeza vou adicionar o livro na minha lista de leituras.
    Beijos.

    ResponderExcluir