0

O Único Homem da Minha Mulher Sou Eu (Camila Marciano)

Ficha Técnica:
Autora: Camila Marciano
País de Origem: Brasil
Número de Páginas: 518
Ano de Lançamento: 2017
ISBN: B01CST6VPZ
Editora: Independente

Conheci a autora pelo wattpad, com o livro “O próximo homem da minha mulher sou eu” (resenha aquie mesmo já tendo lido a versão postada no wattpad há algum tempo, fiquei curiosa para conferir a nova versão do livro de Felipe, o filho mais velho da família Ferreira.

“O único homem da minha mulher sou eu” é narrado de forma alternada, entre Felipe e Andressa Botelho, primos que se encontram em todas as datas importantes ou férias. Ele é o filho extrovertido, inteligente e super parecido com a mãe; ela é a filha do meio, tímida e extremamente organizada, dedicada e também inteligente, mas bastante insegura, principalmente por ser gorda. No bônus do primeiro livro da saga, já foi possível perceber a atração entre os dois, que se fortaleceu com o tempo.
“Família só aqueles pouquíssimos gatos-pingados em que se conta na hora que o chão sai do lugar”.
As primeiras páginas descrevem fases importantes da vida deles: aos 12, 15 (festa de debutante dela, para a qual ele foi convidado para ser “príncipe”) e 17 anos, quando ambos enfrentam vestibulares e os desafios ao morar longe de casa devido aos estudos. O relacionamento se mantém à distância (com todo o esforço, dedicação, sofrimento e problemas envolvidos), mas uma proposta de trabalho pode complicar ainda mais a relação deles.
“Caiam e se erguiam, um sem número de vezes. Olham-se nos olhos, os irmãos de personalidades diferentes e se misturam. O irmão que constrói, a que destrói e o que habita”.
A nova versão me pareceu mais interessante do que a anterior por detalhar mais os acontecimentos, as sensações, reações dos personagens e principalmente pela narração alternada que ajuda a entender o ponto de vista dos dois sobre diversas situações e momentos. Foi possível acompanhar o crescimento pessoal e profissional deles, os momentos entre os dois e fiquei bem comovida em determinados acontecimentos (o trecho da “assinatura” foi top demais! J).
“A gente não é feito para fazer as coisas pela metade, merece ser feliz por inteiro”.
A linguagem é simples e divertida, há alguns palavrões, mas não me incomodaram, serviram somente para enfatizar expressões e pontos ou demonstrar irritação, o que torna os personagens ainda mais reais. Ainda que os protagonistas sejam Felipe (Lipe) e Andressa (Dê), os outros integrantes das famílias Ferreira e Botelho marcam presença sempre, o que enriqueceu bastante. O livro "Admirável Mundo Novo" (Aldous Huxley) é citado em momentos cruciais para a história e os nomes dos cavalos de Bia remeterem aos personagens da série Quia me surpreendeu, super bem bolado.  
“Empoderamento que tanto falam, não é? É isso. Não é se olhar no espelho e se sentir linda, não é autoestima quanto ao corpo. É ir onde ninguém vai. É abrir a boca quando ninguém deixa e decidir quando ninguém decide”.
O livro trata de superação e persistência, mas principalmente demonstra amadurecimento: a insegurança se transforma em determinação e coragem, assim como aquele que é visto como extrovertido por todos também pode ser bastante inseguro em determinadas situações. Os protagonistas se mostram corajosos à maneira deles e também sabem reconhecer seus erros. A importância do apoio familiar ou de amigos (para conselhos, “broncas” ou alguém que possa simplesmente ouvir) fica evidente e são abordados temas como preconceito com mulheres bem sucedidas e violência doméstica de forma bem impactante e real.

Há uma passagem de tempo pela qual os personagens já estão adultos e enfrentam novos desafios. O epílogo marca um dia muito importante para todos e a parte narrada pelo patriarca Dio retrata uma surpresa que será explicada em “O último homem da minha mulher sou eu”, o livro do Guto (filho do meio dos Ferreira) com lançamento previsto para Novembro.

Eu adorei, é o tipo de livro que você se sente íntima dos personagens e já quer saber mais da vida deles, que seja logo Novembro com mais capítulos da nova fase entre as famílias Ferreira-Botelho.


Um pouco sobre a autora: Camila Marciano começou a escrever por diversão e para treinar, escreve sobre homens brandos e mulheres duras, porque cansou de homens duros e mulheres brandas. Seus livros são:

- Saga Ferreira:
O Próximo Homem da Minha Mulher Sou Eu (versão disponível também no wattpad),
O Único Homem da Minha Mulher Sou Eu,
O Último Homem da Minha Mulher Sou Eu (que será publicado em novembro)
Coração Vadio (Bônus da Manu).

Estão disponíveis como e-book na Amazon e livros físicos podem ser adquiridos pela página http://www.aquelavelha.com.br/loja/

- Série Quia
Quia Nominor Leo 
Quia Nominor Uir 
Quia Nominor Libertas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014