9

A Tormenta de Espadas (Gerorge R. R. Martin)

Ficha Técnica:
Nome Original: A Storm of Swords
Autor: George R. R. Martin
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Jorge Candeias
Número de Páginas: 884
Ano de Lançamento: 2011
ISBN-13: 9788580442625
Editora: Leya
SKOOB | GOODREADS

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 64º livro lido em 2017 e foi o terceiro livro da série As Crônicas do Gelo e Fogo. O volume da vez é A Tormenta de Espadas (Gerorge R. R. Martin), livro que já adianto para vocês, é o melhor da série para mim, até agora pelo menos.

O livro começa do ponto que o segundo livro foi finalizado: a guerra pelo trono continua. Um rei foi derrotado, mas Joffrey, Robb e Stannis continuam com a espada na mão, prontos para continuarem as batalhas, e neste momento as alianças se mostram mais prudentes. Enquanto isso, a Patrulha da Noite está determinada a enfrentar os selvagens e a proteger a Muralha de quaisquer invasores. E do outro lado do mar, Daenerys se prepara para retornar a sua terra natal.


A Tormenta de Espadas se tornou o meu livro favorito da série porque em nenhum momento me senti preparada para os desdobramentos que o enredo estava tomando. Cada capítulo era uma surpresa e ao mesmo tempo, fazia muito sentido o que estava acontecendo. Vale lembrar que eu infelizmente, já tenho conhecimento de muitas coisas da história do livro, mas, ainda assim, fui impactada por vários acontecimentos.

O livro traz revelações sobre elementos muito importantes para a trama. Eu aprendi mais sobre os Selvagens (ou “povo livre”, que vive além da Muralha); sobre os Wargs (humanos capazes de entrar no corpo de animais); sobre a importância dos casamentos em Westeros; sobre R’hllor (o “Deus Vermelho”, venerado por Melisandre); sobre a “Baía dos Escravos” (localizada além do Mar Estreito); e até descobri qual personagem foi responsável pela morte de Jon Arryn, que desencadeou todos os eventos narrados até ali.


Confesso que minha opinião sobre Jaime Lannister foi repensada.. Sim, ele é um cretino ainda, mas em função das reviravoltas criadas pelo autor, vemos um Jaime mais humanizado e com argumentos interessantes para basear suas atitudes. Dessa forma, todas as certezas que eu tinha construído sobre ele nos livros anteriores, ficaram abaladas. Também é impressionante perceber o tamanho da influência e do poder de seu pai, Tywin Lannister, sobre a política de Westeros.

O livro é conhecido por ter muitos pontos de vista e neste volume aqui, outros ainda são agregados ao enredo. Temos a narrativa em terceira pessoa sob a perspectiva do patrulheiro Chett; dos irmãos Jaime e Tyrion Lannister; de Jon Snow; de Catelyn Stark e seus filhos Sansa, Arya e Bran; de Samwell Tarly (o grande amigo de Jon na Patrulha da Noite); de Davos Seaworth; de Daenerys Targaryen; e de Merrett (um dos herdeiros da Casa Frey).


O tamanho do livro é intimidador mesmo. São quase 900 páginas em uma fonte pequena com diagramação apertada e as primeiras 200 páginas não apresentam muita novidade, porém quando o enredo começa acelerar, é difícil largar o livro. A escrita do autor é inteligente e te prende, apesar das descrições imensas e detalhadas, a narrativa não se torna cansativa.

A Tormenta de Espadas é imperdível. Houve duas baixas que me deixaram revoltadíssimas. Eu sabia que eles morreriam porque já tinha pego spoilers, mas na hora que isso aconteceu no livro, fiquei chocada! As minhas emoções me jogaram de lá e pra cá e a experiência de leitura foi uma mistura de alegria, ódio e tristeza. Terminei o livro consciente que concluir a série é imperativo. Estou muito empolgada para começar o quarto volume o mais rápido possível, e extremamente curiosa em como as coisas serão resolvidas.

Adorei!!!


Um pouco sobre o autor: George R. R. Martin nasceu em Bayonne, Nova Jérsei, filho de um estivador, cuja família da classe operária vivia perto das docas de Bayonne. Quando jovem, ele se tornou um leitor ávido de quadrinhos. A edição de novembro de 1968 do Quarteto Fantástico possui uma nota ao editor que Martin escreveu quando ainda estava na escola. Ele credita a atenção que ele recebeu com a carta, junto com seu interesse em quadrinhos, como sua inspiração para se tornar escritor. Em 1970, Martin recebeu seu Bacharelado em jornalismo na Universidade Northwestern, Illinois, se formando com muitos elogios. Ele depois completou um Mestrado em jornalismo, também em Northwestern, em 1971. Martin começou a escrever contos de ficção científica no começo da década de 1970, apesar de o início de sua carreira não ter sido fácil (uma de suas histórias foi rejeitada por diferentes revistas 42 vezes), ele nunca se desencorajou; anos depois ele venceria seu primeiro Hugo Award e Nebula Award por um de seus contos.
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Essa série e um sucesso mas acredito que eu não me aventuraria mesmo tendo bastante curiosidade tenho um pouco de medo desses tijolos haha. Mas que bom que a leitura lhe agradou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Sempre leio excelentes comentários sobre essa série, porém, nunca me interessei porque ela não faz muito o meu estilo literário. A obra é realmente muito grande... Meu Deus 900 páginas!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie!

    Acho que sou a unica pessoa que não gosta de GOT, nem da série e nem dos livros, mas não posso negar que são história muito bem desenvolvidas e interessante! Mas passo a dica!

    Bjs, vem participar do nosso sorteio e seja um dos 3 Ganhadores! =D
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/08/sorteio-do-desapego-3-ganhadores.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Ivi, gosto muito da série mas não tenho ânimo para começar a ler os livros, ainda mais que o autor parece que não vai terminar nem tão cedo, então admiro quem faz ou fez a leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oiii li o primeiro livro é perdi o interesse em dar continuidade a série!
    Não sou uma fã de got
    Gostei muito da resenha ,bom saber que a escrita dos livros continuam ótima,Medeiros um ânimo amais a voltar a ler no futuro

    ResponderExcluir
  6. Me lembro de começar essa série, mas não fui adiante,mas ainda sim meu personagem favorito era o Tyron,ele é simplesmente demais! E o Jaime evolui muito mesmo dando suas mancadas.

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    O que mais me impede de ler logo essa série, tirando que os livros são gigantes, é que os personagens morrem aos montes. Eu sou uma pessoa que se apega muito rápido a personagens, então já prevejo meu sofrimento e tendo adiar...haha'
    Fico feliz em saber que gostou tanto deste volume, estou torcendo para que ache o próximo ainda melhor. Como minha família assiste GOT, eu até conheço alguns personagens e sei de alguns acontecimentos, mas sou praticamente leiga a respeito da série *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Juro que tentei ler essa série, porém os livros não conseguiram me prender. Irei tentar assistir ao seriado, vai que me prenda mais do que os livros né.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu comecei a ler os livros mas acabei desanimado Pôr que demorei tempo demais para finalizar ele.
    Que bom que esse livro foi incrível, é sempre bom quando uma leitura nos surpreende.
    Espero que o próximo seja bom também

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014