2

Filme da Vez #50 Mulher Maravilha

Ficha Técnica:
Título Original:  Wonder Woman
Ano de Produção: 2017
País de Origem: Estados Unidos
Lançamento no Brasil:
01 de Junho de 2017
Duração: 141 minutos
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
Classificação: 12 anos
Direção: Patty Jenkins
Elenco:  Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Elena Anaya, Lucy Davis.
Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.
De volta ao cinema, dessa vez com um amigo. A ideia inicial era assistirmos “Homem Aranha: De Volta ao Lar”, mas pela nossa disponibilidade de horário, o filme escolhido foi “Mulher Maravilha”. Já havia ouvido comentários positivos sobre o filme, mas reconheço que não sabia nada da história de Diana Prince.


As primeiras cenas mostram Diana (Gal Gadot) ainda na infância, tentando convencer a mãe Hipolita (Connie Nielsen) a ensiná-la a lutar. A mãe resiste e a tarefa cabe a Antíope (Robin Wright), tia de Diana. Já adulta, ela salva Steve Trevor (Chris Pine), descobre sua profissão e decide deixar o território em que vive e acompanhá-lo, com esperança de combater Ares (o deus da guerra).

As conversas entre Diana e Steve rendem os momentos mais engraçados do filme, principalmente pela surpresa dele ao perceber que ela nunca havia visto um homem, já que o lugar onde ela vivia (Temiscira) foi criado por Zeus para as Amazonas e era habitado exclusivamente por mulheres. As cenas de Diana ao conhecer a secretária de Steve e provar roupas mais adequadas para a cidade de Londres do que sua armadura de guerreira também são bem divertidas.


Bilhetes, e-mails e recados escritos em português (por computação gráfica, claro) me pareceram interessantes, detalhes que demonstram cuidado com público para quem o filme é exibido. Há muitas cenas bem fantasiosas e até forçadas, que me fizeram lembrar da série “Velozes e Furiosos”, mas gostei bastante do fato de Diana ajudar e inclusive salvar Steve e seus companheiros em diversos momentos, o que ressalta a importância e poder da mulher naquilo que se propõe ou acredita. 

Fiquei surpresa com o final, torcia por um desfecho diferente, mas foi condizente com o pensamento de Diana de que o amor pode salvar a humanidade. O filme não era a minha primeira escolha ao chegar ao cinema, mas reconheço que gostei muito e fiquei empolgada ao saber que a sequência já foi confirmada pela produtora DC Comics.

Trailer Oficial:

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Eu assisti Homem-Aranha pq não tinha Mulher-Maravilha! kkkkkkkk Mas q bom q é tão legal qto pintaram... Agora preciso ver!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Josy!
      Também preciso ver Homem Aranha, tomara que dê certo de vermos nossas primeiras escolhas..rs
      Bj!

      Excluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014