17

Art & Soul (Brittainy-C.-Cherry)

FICHA TÉCNICA:
Nome Original: Art & Soul
Autora: Brittainy Cherry
País de Origem: Estados Unidos
Páginas: 269
Editora Kindlle
SKOOB
 
Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 73º livro lido em 2015 e foi ART & SOUL (Brittainy-C.-Cherry). Eu me interessei pelo livro após ver a indicação em um dos grupos literários que eu participo no Facebook. Como haviam falado que o livro tinha uma carga emocional intensa e pouca sensualidade, fiquei curiosa para ler.

O livro nos traz dois adolescentes: a Aria, uma garota muito talentosa nas artes plásticas que acabou engravidando na sua primeira relação sexual de um menino com quem ela não tinha o menor compromisso. E temos o Levi, que se mudou do Alabama para a cidade onde a Aria mora, afim de resgatar o seu relacionamento com o pai e também um pouco cansado da relação sufocante que a mãe estabeleceu com ele. Aria não é uma garota popular e ainda que Levi chame a atenção no novo colégio por se tratar de um belo rapaz, é com Aria que ele vai desenvolver uma amizade. Temos ainda o Simon, o melhor amigo da Aria que é portador de TOC e se sente muito culpado pela morte da sua irmãzinha.
"Ela disse que tudo o que podíamos fazer era orar e que orar seria a solução, mas eu estava orando desde que eu tinha cinco anos e até agora nada havia mudado." Página 141.

O livro então vai se desenvolver na gestação de Aria, no fato dela não revelar quem é o pai da criança e isso acaba minando o casamento de seus pais. A mãe dela tenta apoiar a filha, mas o pai se mostra decepcionado demais. Neste tempo, ela acaba se aproximando de Levi e descobre que ele é um violinista talentoso e juntos eles desenvolverão um projeto para a escola. Levi então descobre que seu pai está muito doente e que ambos tem pouco tempo juntos e sua busca em se aproximar dele é o que vai motivá-lo dia após dia.

O livro realmente tem uma boa dose de drama. Todos os problemas inseridos na narrativa são legítimos e consistentes, porém a autora não se aprofundou em nenhum deles. Eu percebi a convicção de Aria em não querer abortar e a determinação de Levi em não abandonar o seu pai por mais que ele o destratasse, porém isso foi uma interpretação minha, não que a autora me levasse a pensar assim. Os personagens secundários passearam pela história timidamente e os protagonistas não me conquistaram por completo. Em função disso, a leitura se tornou um pouco arrastada para mim. Eram muitos problemas, mas a autora não fez com que eu sentisse compaixão por Aria ou Levi e não foi um livro que tenha me prendido ou que tenha despertado em mim alguma reflexão.
"Ter um ataque de pânico é ser tragado e engolido pelo medo e depois, cuspido de um jeito que ninguém mais consegue te reconhecer" página 62

Confesso que fiquei bem decepcionada com a escrita porque eu imaginava algo arrebatador em função dos comentários que li a respeito da obra e, na verdade, o livro é pouco emocionante. Não mexeu com as minhas emoções e quando eu não estava lendo, não sentia saudade da história.

Recomendo o livro para quem gosta do gênero jovem adulto com esse perfil dramático. O romance no livro é muito sutil é até sem graça na verdade. Aria e Levi não tem química e ainda que a relação dos dois tenha se desenvolvido ao longo de um ano inteiro, ainda assim não senti uma conexão amorosa entre os dois. A linguagem é simples, fluida e comum. Nada incrível ou inesquecível, mas leve o suficiente para você passar algumas horas. Não é um livro ruim, a premissa é forte e interessante, ainda que um pouco clichê, mas a escrita da autora não me convenceu, não me levou para dentro das páginas ou fez com que eu me sentisse ligada à realidade dos personagens. Foi uma leitura comum, sem agregar muita coisa para mim enquanto ser humano e eu esperava realmente o contrário. Comecei a ler o livro de coração aberto para sofrer e sorrir e o livro não fez nem uma coisa e nem outra.
Meu coração acreditava em um tipo de amor tranquilo, simples. Um tipo de amor que foi criado antes de existir o tempo, um tipo de amor que era maior do que quaisquer limitações que o mundo jogava sobre nós. Era um tipo de amor que não tinha limites de idade, sem fronteiras e era visto apenas dentro das almas de duas pessoas. página 225

Se você gosta de drama envolvendo personagens jovens, acredito que você possa vir a gostar do livro, Eu particularmente, esperava muito mais.

Um pouco sobre a autora: Brittainy Cherry é uma escritora americana formada pela Universidade de Carroll em Artes Teatrais e Escrita Criativa. Ama escrever roteiros, atuar e dançar. Atualmente vive em Milwaukee, Wisconsin, com sua família. Quando ela não está debruçada em uma nova história, escrevendo ou lendo, ela provavelmente está brincando com seus adoráveis animais de estimação. No Brasil, seu único livro publicado é Sr. Daniels.
Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Sr. Daniels está na lista de leitura.
    Quando vi o nome e a premissa da história, pensei em ler. Mas aí li sua resenha e vi que eu não iria me agradar.
    Dificilmente eu leio dramas, mas, quando leio, quero que eles me arrebatam, sabe? Sou masoquista mesmo hahahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Interessante, mas não chamou muito minha atenção.
    É muito ruim quando esperamos mais de um livro e não conseguimos alcançar nossas expectativas.
    Mesmo assim, gostei de conhecer.
    Parabéns pela sinceridade de pela resenha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ivi.
    Eu ainda não conhecia esse livro. Tinha me interessado lá no começo, por todo o drama e a carga emocional que a história prometia. Mas depois lendo sua resenha inteira, acho que vou deixar passar. É uma pena. Já li alguns livros assim, que a história promete, mas que o autor não sabe desenvolver.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Ivi, no começo da sua resenha eu fiquei toda "olha, parece ser uma história interessante!", mas quando eu fui lendo a sua decepcção eu fui sentindo a decepção em mim também hahaha

    Uma pena mesmo. Ainda bem que tem muitos livros por aí pra gente esquecer dos decepcionantes, não é mesmo?

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  5. Oláá
    Nossa, eu adoro drama e romance então acho que leria sim o livro, porém, não leio ebooks, a capa está linda e sua resenha ficou ótima, boa dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu fico aqui pensando... Se isso aconteceu com você que só tinha indicações do livro, imagina como eu ficaria já que eu li um livro da autora e fiquei completamente apaixonada. Sr Daniels me ganhou em tudo (a escrita, o drama, os personagens) e eu já iria começar a ler esse na mesma esperança - e pela sua resenha parece que o livro não convence, o que é uma grande pena.
    Talvez eu dê uma chance e tente ler - mas não está mais na lista de prioridades não.

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oiiii. Tudo bem.
    E uma pena que não gostou do livro. Eu já tinha ouvido falar dele. Porém nunca parei para ler. Ainda bem que não. E uma pena mesmo. E chato quando lemos um livro que não nos agrega nada.

    Beijinhos.
    Kah Fernandes
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Comecei a ler sua resenha e fiquei bastante curiosa, mas confesso que fiquei com um pé atrás da sua decepção. Adoro esse gênero, quem sabe não dou uma chance ao livro.
    Já ouvi falar mt bem da autora por um livro que foi lançado pela record, mas agora não me recordo o título.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  9. Ola Ivi uma pena que a autora não conseguiu levar as emoções dos personagens ao Leitor, ainda mais com temas como esses que exigem sentimentos, confesso que a capa não me chamou atenção. Como adoro livros que me deixem a flor da pele, a beira de lágrimas ou sorrisos abertos, dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Ivi!
    É muito ruim quando vamos cheia de expectativas em um livro e nos decepcionamos. Eu gostei do enredo, mas fiquei um pouco com o pré atrás depois da sua resenha.
    Vou anotar a dica e pensar se vou ler mais para frente.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Amiga a primeira coisa que me chamou atenção foi a capa do livro.
    Eu já achei linda. E depois que comecei a ler a trama sobre a personagem que engravida do namorado e todas as dificuldades que passa me chamou ainda mais atenção. Eu com certeza leria esse livro, porque fiquei curiosa. Pena que alguns ebooks são caros e sinceramente não estou podendo comprar, mas mesmo assim vou colocar na minha lista. Adorei. Espero gostar da leitura.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-insones.html

    ResponderExcluir
  12. Oi\!
    Ivi, incrível sua resenha e sua sinceridade. Quando comecei a ler suas palavras, eu estava me interessando pelo livro, mas diante da sua sincera opinião, acho que me sentiria do mesmo jeito que você. O livro tinha tudo para ser perfeito, mas o fato da autora não saber "trazer" o leitor para dentro da história, é um pouco desanimador. Entretanto, acho que se eu tiver a oportunidade de ler a obra, eu daria uma chance, quem sabe...

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não é a primeira vez que passo aqui pelo seu blog. Gosto muito das suas resenhas e me identifico bastante como que você escreve.

    Acho que pelo o que você contou não seria um livro que eu gostaria de ler. Gosto de drama, mas esse em que os personagens não tem muita química não me interessa muito.

    Pela capa pensei que poderia ter umas cenas de mais emoções e cenas românticas. E pelo jeito não tem.

    Continuo sendo fã de suas resenhas!

    bjus

    http://alemdeumaprateleira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. É tão chato quando esperamos tanto do livro, e ele acaba não sendo tudo que esperávamos, né.. Gosto de livros em que os personagens possuem química, mesmo hehe, não sei se leria depois da sua resenha.

    Beijos
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Ivi, que pena que o livro não era tudo aquilo que você esperava. Eu nunca tinha ouvido falar dele e confesso que não leria ele no momento, quem sabe mais para frente posso dar uma chance e vejo o que acho. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Eu nunca havia lido nada sobre o livro. Para ser sincera, acho que não o lerei. O tema gravidez na adolescência, é muito interessante, mas tive a impressão, lendo a tua resenha, de que a autora exagerou um pouco ao colocar dramas demais de uma só vez, gravidez sem um pai, pais brigando, o pai do seu novo amor doente, enfim, muita coisa. Quem sabe se não foi por isso que não houve aprofundamento. Não sei se estou certa, talvez seja uma falsa impressão, mas me pareceu uma novelinha da Globo. Não me agradou muito. Gostei bastante da resenha, pois foi muito esclarecedora.

    http://leituras-compartilhadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Ivi!!

    Na hora que comecei a ler a resenha já fui abrindo o skoob para anotar, mas dai, tudo que você sentiu, eu tenho certeza que não seria diferente comigo, um mal de leitoras exigente né? rsrs Eu faço questão que em romance tenha essa profundida, e que o drama te faça realmente sofrer e aplicar de alguma forma, coisas a nossa vida...

    Ótima resenha!
    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014