0

Quase Uma Rock Star (Matthew Quick)


Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 26º livro lido em 2015 e foi QUASE UMA ROCK STAR (Matthew Quick). O simples nome do autor me fez desejar o livro. Eu não sabia absolutamente nada da premissa ou se estava agradando o público, mas apenas o fato de ter sido escrito pelo Matthew, já fez querer ler e sendo assim, me joguei.

O livro nos traz a Amber Appleton, uma menina de 17 anos, que está vivendo na linha abaixo da miséria em função das escolhas erradas da sua mãe. Ela e a mãe foram abandonadas pelo pai quando ela era ainda uma bebezinha e depois disto, sua mãe começou a gastar o pouco que conseguia com seus empregos, bebendo e fumando e o livro começa com Amber morando dentro de um ônibus escolar com a mãe, com menos que o básico para viver.

Mas Amber é muito determinada e apesar de toda a situação complicada que ela vive,ela possui uma alma apaixonada pela vida. Ela tem um cãozinho de estimação, O BBB que é uma graça de maravilhoso e ela é voluntaria em vários projetos sociais que em um primeiro momento, tem como objetivo ajuda-la a garantir uma bolsa de estudos para a universidade, mas que conforme a narrativa se desenvolve, descobrimos que mesmo que Amber não precisasse da bolsa de estudos, ainda assim ela ajudaria todas aquelas pessoas porque ela é oque podemos definir de "alma boa" e atrelado à isso, seus amigos no colégio são os impopulares, mas ela não se incomoda, porque na verdade, ela os ama e eles também adoram a Amber.

Ela possui uma fé inocente em Jesus Cristo e várias de suas atitudes são baseadas neste amor e é então que algo muito ruim acontece com Amber e ela sente essa fé se enfraquecer e ela quase perde a força para viver.

O livro é maravilhoso! Uma narrativa fluida,diálogos inteligentes, frases bem construídas e uma história tão bem contada que e difícil parar de elogiar. Amber é adorável, não apenas porque ela é do bem, mas porque ela teria todos os motivos do mundo par anão ser assim, e isso não a impede de espalhar amor. Os personagens que orbitam a vida de Amber também são apaixonáveis: a mãe de Amber, mesmo sendo inconsequente, não deixa a menor dúvida que ama a filha profundamente; Existe o Padre Cheen, um cristão coreano que assiste Amber se desdobrar em seu voluntariado com muita afeição e temos ainda a Donna, uma mulher bem sucedida que cria oportunidades para ajudar Amber e sua mãe, ainda que Amber não se aproveite de nenhuma destas chances.

O livro tem uma característica melancólica, bem comum na escrita no Quick e é fácil identificar o perfil do autor em inúmeros trechos da história, mas ainda assim, nem de longe, o livro é mais do mesmo, pelo contrario, o livro é original, rico e profundamente sensível.

A conclusão da história é amarrada de maneira inteligente e emocionante e quando o livro se encerra e somos obrigados a nos despedir de Amber, é inevitável não deixar uma ou outra lágrima cair.

Eu adorei a leitura e é o tipico livro que eu indico para todo e qualquer leitor. Não tem romance, mas tem amor. Não tem mistério, mas tem suspense. E apesar do drama da história e da tristeza de algumas situações, os personagens não se dobram, não ficam com auto piedade e não perdem tempo reclamando.

Super recomendo para quem gosta de histórias sérias, bem desenvolvidas, com personagens que te ganham nas primeiras linhas e fidelizam seu amor durante todo o enredo.
"A vida é uma corrida muito, muito longa, e a chegada costuma ser bastante solitária. Até nosso próprio sangue, muitos dos filhos e filhas, nos abandonarão em algum momento." página 236

Um pouco sobre o autor: Mathew Quick era professor na Filadélfia, mas decidiu largar tudo e, depois de conhecer a Amazônia Peruana, viajar pela Africa Meridional e trilhar o caminho até o fundo nevado do Grand Canyon, reviu seus valores e, enfim, passou a dedicar todo seu tempo à escrita.Ele é americano e nasceu em 1976. Seus livros publicados no Brasil são:
QUASE UMA ROCK STAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014