1

Uma Infância Roubada (Mark Johnson)


Esse livro foi outra indicação da minha irmã, comprado na Bienal do Livro por apenas R$ 5,00! A leitura foi bem lenta, comecei há bastante tempo, parei por causa do lançamento da Megan Maxwell, tive férias e só consegui terminar agora, quase um mês depois.. rs

Mark Johnson conta a própria história. A dedicatória (aos perdidos) é forte: “Se as pessoas podem mudar, o mundo pode mudar” e o prólogo é tenso; Mark em uma clínica incentivado pelo colega de quarto a contar seus segredos na sessão de terapia em grupo.

A partir daí, conhecemos a infância de Mark e sua família complicada. A mãe é uma religiosa fervorosa que obriga os filhos a frequentarem a igreja, o pai alcoólatra os agride por qualquer motivo e os irmãos Kelly e Shane vivem com medo.

O livro é bem descritivo, dá para sentir o sofrimento de Mark, principalmente nos trechos de agressividade, em que ele se distancia da situação e encara tudo como se estivesse assistindo alguém ser agredido e não a vítima da agressão. Após uma briga, decide sair de casa, tenta se adequar aos amigos na faculdade, mas logo percebe que a única característica em comum com eles é o uso de drogas.

A partir daí, Mark se entrega ao vício, se envolve em brigas e é preso algumas vezes. A descrição dos momentos em que usa vários tipos de drogas é muito detalhada, da euforia à tristeza e desespero. 

Nos capítulos finais, me senti angustiada pelas tentativas frustradas dele, pensava o que poderia acontecer para levá-lo a vencer o vício, já que sempre que tudo parecia finalmente dar certo, alguma atitude o levava as drogas. 

Ainda morando nas ruas, Mark encontrou um amigo (Dave) que se preocupou com ele e que foi responsável pela maior surpresa que tive durante a leitura! :)

A história te faz pensar na questão de até que ponto o passado pode influenciar ou se o futuro depende de controle ou escolhas sobre a própria vida. Em alguns trechos, é bem chocante e mostra quantas vidas podem ser destruídas por escolhas e atitudes erradas, mas que também há pessoas dispostas a ajudar da mesma forma como foram ajudadas.

Não é o meu estilo de livro, mas gostei bastante. Tentei pesquisar sobre o autor e não localizei informações, mas achei curioso que o livro e a versão de bolso tenham capas diferentes. Eu li a versão menor, mas a capa original me pareceu mais impactante. Recomendo aos que gostem de histórias fortes e dramáticas! 
“Falar de suas fraquezas traz a sua força de volta” – página 8.
“Fizeram uma série de escolhas ou uma série de erros?” – página 189.

Um pouco sobre o autor: Mark L. Johnson nasceu em 24 de maio de 1949, em Kansas City, Missouri, EUA. É Professor de Artes Liberais e Ciências do Departamento de Filosofia da Universidade de Oregon . Ele é bem conhecido por contribuições para a filosofia incorporada, ciência cognitiva e linguística cognitiva, alguns dos quais ele é co-autor. No Brasil, UMA INFÂNCIA ROUBADA é o seu único livro publicado.

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Comecei a ler ontem este livro, penso que terei que ter um lenço ao meu alcance posto parecer impactante certamente meu rosto se banhará de lágrimas. Sou filho de alcolatra e de uma cristã fervorosa, já nas primeiras páginas me identifiquei com o autor.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014