0

Impressões Digitais (Barbara Delinsky)


Este livro foi uma aquisição da minha irmã na Bienal e indicado por ela, o que já me interessou porque ela não é louca por livros como eu, então imaginei que o livro deveria ser bom!

Achei interessante o nome da autora na capa ser bem maior do que o nome do livro, não a conhecia e descobri que Barbara Delinsky tem romances publicados desde a década de 80 e já vendeu 30 milhões de exemplares. Me pareceu estranho também que na contracapa não constasse a sinopse do livro, mas simplesmente uma foto da autora.

Em “Impressões Digitais’, a protagonista é a professora de inglês Carly Quinn que há alguns meses era a jornalista Robyn Hart. Robyn ganha a identidade de Carly e muda de cidade após o depoimento sobre um incêndio e o apoio do programa de proteção a testemunhas. 

Já no início do livro, Carly tem a impressão de estar sendo seguida o tempo inteiro e só encontra compreensão no amigo e agente Sam, que a incentiva a ter uma vida normal. Além de Sam, Carly encontra apoio em Sheila, também agente, agitada e desinibida.

Em uma corrida, ela esbarra em Ryan Cornell, um advogado bem sucedido que também é seu vizinho. Sente-se atraída por ele e mesmo tempo tem medo de colocá-lo em perigo. Ryan é protetor e dedicado, mas também tem seu lado retraído e misterioso.

A maior parte do livro demonstra o medo de Carly de que Ryan descubra quem ela é, o que pode ser um pouco cansativo. Para criar um clima mais tenso, os afetados pelo depoimento de Carly aparecem em alguns capítulos e planejam vingança. Há também a questão da reação de Ryan quando descobrir a verdadeira identidade de Carly e se ela será convocada para novo depoimento ou poderá realmente seguir sua vida.

Gostei da trama, mas esperava um clima mais tenso e isso só ocorre nas últimas páginas, com um trecho digno de novela, em que o que deveria proteger é o que oferece maior risco. O livro trata de superação e apoio incondicional, é bem previsível, mas vale pela mensagem de esperança no futuro.
“As tragédias não fazem discriminações. Generosas, cruéis, boas, más.. nós não temo qualquer controle sobre elas”. – página 96.
“Jogar tênis, esquiar, andar de bicicleta, escrever. É o desafio que faz dar certo”. – página 431.


Um pouco sobre a autora: Barbara Delinsky vive na Nova Inglaterra desde que nasceu. É formada em Psicologia com mestrado em Sociologia e travou uma luta contra o câncer de mama. Tem livros de sucesso como “A vizinha”, “Uma mulher misteriosa”, “Mais que amigos” e “Paixões perigosas”, que já foram lançados em 25 idiomas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014