9

ARCHER'S VOICE (Mia Sheridan)



Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 35º livro lido em 2014 e foi ARCHER'S VOICE (Mia Sheridan). Estava querendo ler este livro já tem um tempo, mas fui adiando e então quando comecei, fiquei me questionando porque não me joguei nesta leitura antes.
Uma e outra vez eu ouvi que a minha história com o Archer fazia as pessoas desejarem ser melhores e irem ao encontro daqueles que ninguém mais via, serem amigos para os amigos, olharem para os outros mais próximos e reconhecerem a dor quando se depararem com ela, e então fazerem algo a respeito, se fossem capazes. página 287
O livro nos traz Bree Presccot, uma jovem de vinte e poucos anos que após sofrer com a morte do seu pai em um violento assassinato, decide mudar de cidade e tentar viver como uma pessoa normal em um lugar onde ninguém conheça sua história, sua dor e seus traumas. Bree e o pai eram muito amigos e essa perda mexeu com toda a sua estrutura. Ela decide então fixar moradia em Pelion, uma pequena cidade onde rapidamente arruma um emprego de garçonete e tenta colocar a sua vida dentro de uma rotina tranquila. E ela esbarra com Archer, um homem que após ajudá-la com um pacote de compras dela que vai ao chão, deixa nela uma certa curiosidade. Ele a ajudou mas não pronunciou uma única palavra e deixou nela a impressão de ser um homem muito antipático. Como em uma cidade pequena todos se conhecem, não demora para que Bree descubra que Archer é um jovem solitário, mudo, estranho aos olhos de todos, que procura não chamar a atenção de ninguém para nada e ninguém. Archer sofreu um acidente quando era criança, junto com a capacidade de falar, perdeu seus pais também e um certo mistério paira sobre este acidente. Archer é um Hale, uma família tradicional da cidade, mas como depois do acidente que o deixou orfão, ele foi criado por um tio um tanto quanto excêntrico, o restante da familia o exilou. Mas Bree se interessa por ele e eles acabam se envolvendo.

Juntos os dois desenvolvem uma história deliciosa de amor e também de superação. Bree percebe que Archer não é o estranho que toda a cidade pensa que ele é. Muitas pessoas até acreditam que ele sofre de algum distúrbio mental como o tio que o criou, mas Bree descobre nele um homem inteligente, sensível e com medo de simplesmente não ser aceito. Um jovem que aprendeu tudo o que sabe sozinho e uma pessoa que apenas não quer prejudicar ninguém. Bree passa a ser sua melhor amiga e uma ponte para um mundo do qual ele sempre temeu e acreditou não ser aceito.

Além do romance, vemos a história da família de Archer se desenrolando com capítulos em flashback nos posicionando mediante a verdadeira história de seus pais e o motivo real que causou o acidente de Archer. Como toda cidadezinha que se preza, um jogo de interesse político procura manipular a população e histórias mal contadas fomentam a ignorância da grande parte das pessoas e embora essa parte do livro não seja muito desenvolvida, ou não seja o foco principal do livro, achei bem interessante!

O livro é lindo: a história, a forma como a autora desenvolveu o tema e a conclusão me fez derramar muitas lágrimas. As páginas finais são de tirar o fôlego, são desesperadoras mesmo. Eu resumiria ARCHER'S VOICE como um livro romântico com direito a muitas cenas sensuais, mas sem vulgaridade, sem palavras ridículas para descrever o que a história por si só queria contar: Dois jovens apaixonados vivendo a plenitude deste amor. Lindamente, a autora desenvolveu a intimidade do casal de forma quente sem cair nesta modinha de encher parágrafos com palavrões. 

A protagonista se mostrou madura o suficiente para entender seus traumas e tentar superá-los sem doses extras de drama e o mocinho da história, diferente de todos os heróis do gênero: Inexperiente, pobre, sem tatuagens e ainda assim, apaixonante do começo ao fim.

Para os românticos, é um prato cheio! Um livro doce, mas sério e profundo. Um livro que fala de vida, família, força e sobretudo, amor. 

Lindo demais!!!
Nem todos os grandes atos de coragem são evidentes para aqueles que olham do lado de fora. página 183


Um pouco sobre a autora:  Mia Sheridan nasceu nos Estados Unidos, onde mora com seu marido e seus filhos. No Brasil ainda não temos nenhum livro dela publicado.
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Eita... não foi meu comentário anterior o.O
    Que loco... enfim...
    O livro parece ser uma delicinha :3 Uma pena não ter publicação da autora no Brasil :/ Vou ficar aguardando e claro, torcendo para me lembrar quem a autora é quando isso acontecer... kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que logo tenhamos algo dela por aqui, porque é amô sem fim!!! bj

      Excluir
  2. Nossa que história linda a desse livro, fiquei doida pra ler esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É romântico e intenso!!! Ó timo mesmo! bj

      Excluir
  3. A história parece ser simples e bonita. E cá entre nós, encher um romance de palavrões e coisas apelativas como alguns tem feito hoje em dia meio que cansa né? Que bom que essa autora não caiu nisso. bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora conseguiu construir cenas quentes sem apelação!!! Vale a pena conferir!

      Excluir
  4. Oiiiiiiii
    realmente o livro foi o meu tipo!
    Não li nada anterior e foi otimo conhecer um pouco dele!
    Adoro romances (e sem palavroes)!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  5. Ai que romance lindo!! faz algum tempo eu assisti um video pequeno na internet, lindo sobre uma moça que cantava e tentava conquistar esse rapaz, porem ele era surdo e mudo.. ai ela tbm achava q ele era antipatico, pq nunca via ela cantando, sequer olhava pra ela... ate q ela descobre que ele nao escuta e resolve cantar a musica com sinais... amei o video e sem duvida vou amar esse livro!! amei um romance diferente

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da sinopse do livro, porém como tenho outros livros como prioridade, vai demorar uma pouco para eu adquirir este. A sua resenha realmente causou impacto sobre mim, e me fez ficar muito animada para poder lê-lo. O livro parece ter os mesmos aspectos de um que eu já li algum tempo, e se eu estiver certa ele com toda certeza vai me surpreender.

    .


    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014