3

CONVERGENTE (Verônica Roth)



Já devo ter comentado sobre isso nas outras resenhas desta trilogia, mas amo as frases da contracapa, muito impactantes. Em Convergente, temos: “Uma escolha vai te definir”, o que já demonstra a responsabilidade sobre as decisões tomadas em qualquer momento.

Há uma novidade já no início deste livro: se nos dois primeiros livros a narração foi feita exclusivamente por Tris, nesta última parte é feita por Tris e Tobias, em capítulos alternados. O relacionamento dos dois fica ameaçado por Evelyn (mãe de Tobias) e pela curiosidade em saber o que há fora dos limites das facções.

Em outro espaço, descobrem um fato que gera conflito sobre tudo o que acreditavam antes, envolve a família de Tris e surpreende Tobias. O aparecimento de nova personagem (Nita) cria tensão e pode colocar a vida de todos em risco, em um momento muito descritivo.

A partir daí, Tobias passa a ser visto como traidor e Tris se une ao líder que a admira pelo estilo de sacrifícios pelo bem maior. Com intuito de impedir a destruição, tanto Tobias como Tris devem tomar uma decisão que pode mudar a vida e o futuro deles.

Como já era previsto pela frase na contracapa, cada momento do livro leva a uma escolha e as consequências que esta traz, seja motivada pelo amor ou pela lealdade a façção a que pertencia. A questão genética é interessante e cria polêmica no sentido de questionar se há influência ou se simplesmente as pessoas tomam as próprias decisões.

Em meio aos momentos super tensos, o livro trata de culpa, perdão, amor e até impotência sobre algumas situações.  O final é inesperado e chocante! Ao terminar a leitura, é possível entender os motivos, mas ainda assim fiquei bem surpresa.  Acredito que esperava um final parecido a trilogia “Jogos Vorazes”, mas este é muito diferente! J

A mensagem final relata as opções para encarar o sofrimento e as decepções, inevitáveis na vida de qualquer um. Mesmo que tenha ficado bem triste no final do livro, a leitura é válida!


“Ser honesto não significa falar o que quer na hora que quer. Só significa que o que você escolhe falar será verdade”. – página 67



“Pertenço as pessoas que amo e elas pertencem a mim. Elas, junto com o amor e a lealdade que eu lhes ofereço, formam a minha identidade muito mais do que qualquer palavra ou grupo jamais formará”. – página 451



“A vida nos danifica, a todos nós. Não há como escapar desse dano. Mas agora também estou aprendendo isso: podemos ser consertados. Consertamos uns aos outros”. – página 519.

Veronica Roth é uma autora muito jovem e por isso a sua biografia ainda é relativamente curta. Nasceu no dia 19 de Agosto de 1988 em Chicago, Estados Unidos. No Brasil, seus livros publicados são:

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Como falei na resenha de insurgente até hoje não consegui de terminar de ler o livro em função de saber o final, apesar de achar uma sacada genial da autora, ao mesmo tempo tbm fiquei triste pq os leitores acabam se apegando durante a série aos personagens e a todo o enredo... Espero que autora lance logo outros livros pq gostei muito da série... Tbm esperei um final estilo "Jogos Vorazes', mas acho que haveria mais comparação do que já ha entre eles.. Então como disse a autora inovou...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei do final mas já suspeito qual seja.
    Confesso que isso não me abala, só espero que tenha um motivo muito bom para que tenha acontecido!
    Não li o primeiro ainda, eu sei que to atrasada, mas pretendo ler em breve!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler a série, mas ainda não li nenhum dos livros.
    Sempre vejo ótimas resenhas sobre os livros e aqui não foi diferente. A cada uma que leio sinto mais vontade de me aventurar na série. O enredo é muito bom e a trama é muito bem elaborada e desenvolvida.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014