7

A ÚLTIMA CARTA DE AMOR (Jojo Moyes)


Minha última leitura tinha sido “Uma carta de amor” e por coincidência de tempo (já que estava na fila de espera da biblioteca), este livro tem o mesmo tema. Mesmo que isso tenha me desanimado um pouco, o escolhi pela autora, responsável por escrever o livro que mais me impactou até hoje, “Como eu era antes de você”.
No prólogo somos apresentados a Ellie, uma jornalista independente, que tenta decifrar as mensagens enviadas por Jonh, um autor casado com quem ela tem um caso. Ela deseja mais atenção da parte dele, que sempre a dispensa.
Atendendo a um pedido da supervisora, Ellie procura informações sobre as preocupações, atitudes e a moda das mulheres de 50 anos atrás. Localiza um envelope com uma carta apaixonada e decisiva, com data de 04 de Outubro de 1960, assinada por B. A partir daí, o livro é dividido em partes, iniciando cada capítulo com trechos de últimas cartas ou e-mails trocados por casais.
A primeira parte começa em 1960 e mostra Jennifer, no hospital e sem memória, após um acidente de carro. Ela entende que é casada, mas se sente estranha e tenta relembrar momentos da vida. O marido Larry é um industrial bem sucedido, oferece vários jantares para os amigos, sendo que há uma situação inusitada em um dos jantares.
Na busca de informações sobre sua vida, Jennifer encontra uma carta escrita a ela, retratando um momento romântico e um pedido de desculpas, assinado simplesmente por B. Com capítulos alternados entre o passado de Jennifer (cartas e encontros) e presente, no qual analisa todos os amigos, no intuito de descobrir quem é o misterioso autor das cartas. A primeira parte termina com uma carta e uma decisão bem corajosa para a época. Já a segunda parte começa em 1964, na festa em que Jennifer descobre algo que pode mudar a sua vida, porém, vários fatores interferem na situação.
A última parte do livro volta a mostrar Ellie e seu relacionamento proibido com John, além da curiosidade dela em encontrar outras cartas de amor e conhecer Jennifer, por se identificar com a história dela e desejar ser amada como o autor das cartas demonstra amá-la.
Ainda que haja várias críticas de jornais mencionando que o livro é ótimo, até alertando que fará o leitor chorar, este não me prendeu, a primeira parte me pareceu uma novela de época e não me tinha curiosidade para saber o que aconteceria a seguir, só não abandonei a leitura porque queria saber o desfecho. A partir da segunda parte, a trama tem ritmo mais rápido e o final é inteligente e bem construído.
O livro ressalta trechos de coragem de uma mulher vivida nos anos 60 de desafiar o marido e tomar decisões de acordo com a própria felicidade, mas principalmente, o poder da palavra escrita, já que uma carta escrita em 1960 proporciona o encontro que marca a vida de três pessoas.

Quotes escolhidos:

“Esqueceu-se que emoções, pelo que aprendera com a experiência, eram mais perigosas que munições”. – página 125.

“Todo ato tem uma consequência. O mundo se divide entre aqueles que veem isso e tomam suas decisões de acordo e os que simplesmente vão atrás do que lhes parece bom, na hora”. – página 326.

“Certa vez uma pessoa sábia me disse que escrever é perigoso, pois nem sempre podemos garantir que nossas palavras serão lidas no espírito em que foram escritas”. – página 368.


Um pouco sobre a autora: Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres, no Reino Unido. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent até 2002, quando publicou o seu primeiro romance, Sheltering Rain, e resolveu dedicar-se à escrita a tempo inteiro. Seus livros publicados no Brasil são:
  • A Casa Das Marés
  • Baía da Esperança
  • Em Busca de um Abrigo
  • A última Carta de Amor
  • Um Violino na Noite
  • A Baía do Desejo
  • Como Eu Era Antes de Você
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Estou lendo esse livro mas já imaginando que não vá me prender tb. Tive vontade de ler por causa de "Como eu era antes de você" que tb gostei muito e como fiz uma troquinha com amigas e uma escolheu esse livro, claro que peguei para ler antes de enviar. Mas não compraria para mim. Mas vamos ver...qdo eu terminar vou tentar lembrar de voltar e falar o que achei.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não compraria Bel..rs
      Bjs e ótimo feriado para vc! :)

      Excluir
  2. Eu quero muito ler Como Eu Era Antes de Você, porém sua resenha não foi mt da animadora, como não conheço a autora já sei que posso me ater apenas ao que quero da autora... a história parece bem fraca msm.... Vamos ver se um dia encaro o badalado Como Eu Era Antes de Vocês.

    ResponderExcluir
  3. Raissa, sou suspeita para falar sobre "Como eu era antes de você" porque me identifico bastante em alguns trechos, mas super recomendo!
    Já esse outro não gostei.. rs

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li algum livro da Jojo mas dizem q sao impactantes... as vezes livros q dividem as historias, para explicar vários fatos me deixam confusa e entediada. .-.
    Mas sempre me obrigo a terminar porq paro e penso "mas e se ficar legal", apesar da capa me agradar porque achei otimo o trabalho... acho q nao tenho tanta vontade de igual eu tenho de "como eu era antes de você".

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Hmmm.. livros q tem cartas me encantam tal qual os que tem diários... mas as vezes quando ficam lembrando do passado e repassando as coisas fico confusa e muitas vezed com vontade de abandonar aleitura...

    ResponderExcluir
  6. Já conheço essa autora por dois outros livros que estão na minha lista de espera: "Como eu era antes de você" e "A garota que você deixou para trás", e certamente esse é tão bom quanto os outros... A capa é simples e bonita, me deu vontade de ler.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014