6

UMA CARTA DE AMOR (Nicholas Sparks)



De volta ao meu autor favorito, dessa vez com um relançamento, feliz!
“Uma carta de amor” foi lançado em 1998 e o título original - “Mensagem Na Garrafa” - diz muito sobre a história, narrada em 3ª pessoa. O prólogo é interessante, com vários fatos nos quais uma mensagem deixada dentro de uma garrafa foi marcante.
Theresa é uma colunista bem sucedida, divorciada e mãe de Kevin, que decide viajar com os amigos para o litoral enquanto o filho viaja com o pai. Aproveitando a sensação de liberdade, passeia pela praia e se surpreende ao encontrar uma garrafa na qual há uma carta. Esta é escrita por Garrett (para Catherine) e Theresa fica encantada pela demonstração de amor e saudade descrita ali, após um sonho.
 Ao voltar para casa, mostra a carta para a amiga Deanna, que sempre bem humorada e divertida, propõe que a carta seja publicada em sua coluna. Com o aparecimento de outra carta escrita pela mesma pessoa, a curiosidade de Theresa para conhecer quem as escreve é despertada e uma terceira carta proporciona informações para encontrá-lo.
Aí aparece o escritor, um homem bem sucedido e apaixonado pelo mar, que surpreendentemente a convida para velejar. Entre momentos atuais, há outros de lembranças do passado dele e comparação entre Theresa e Catherine. A partir daí, há um conflito pessoal para os dois (compreensível) e dificuldade de deixar o passado para trás, ainda que estejam cada vez mais envolvidos.  
 Há momentos divertidos com Kevin no litoral, mas também dificuldades em se adaptar a uma cidade grande como a que Theresa vive com o filho e conflitos naturais de um relacionamento à distância. Ainda assim, tudo parece bem até que Garrett descobre algo que abala a confiança dele nela e pode acabar com o relacionamento dos dois. Ao receber um telefonema inesperado, ela percebe o quanto a vida pode mudar de acordo com os acontecimentos, atitudes e consequências disso.
Confesso que adorei a parte super descritiva do livro (tanto sobre lugares como pessoas e situações), nos faz imaginar tudo! Por outro lado, senti falta do estilo dramático característico de Nicholas Sparks, que só se revela nas páginas finais!
A mensagem do livro é sobre superação e aproveitar as oportunidades da vida, pois ninguém sabe o que o futuro nos reserva. Recomendado para quem gosta de romances leves com uma dose de drama.  Este começa e termina como diz o título, com uma mensagem na garrafa!      
“Nada que valha a pena é fácil. Lembre-se disso”. – página 106.
“O amor verdadeiro é raro e é a única coisa que dá sentido genuíno à vida” – página 210.
“Passamos muito tempo imaginando o que deixamos de dizer” – página 254
Obs.: Este livro teve uma adaptação para o cinema, assistam o trailer:





Sobre o autor: Nicholas Sparks Charles nasceu em Omaha, no estado do Nebraska, EUA, em 31 de dezembro de 1965. Alguns dos livros dele que já foram publicados no Brasil:

  • Dário de uma paixão
  • Um Amor pra recordar
  • O Resgate
  • Uma Curva na Estrada
  • Noites de Tormenta
  • O Casamento
  • O Milagre
  • A Escolha 
  • Querido John
  • Um Homem de Sorte
  • A Última Música 
  • Um Porto Seguro
  • O Melhor de Mim
  • A Primeira Vista 
  • O Guardião 
  • Uma Carta de Amor 
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Nicholas Sparks amooooo, apesar de estar desatualizada com a leitura dos livros dele, quase todos os livros dele que li gostei, com exceção de O milagre. Assisti o filme baseado nesse livro há mt tempo, não lembro muito, mas quero muito ler. Não sou muito fã quando tem partes muito descritivas, gosto da parte dramatica da escrita dele, acho que tbm sentirei falta.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Kelly, este foi o primeiro livro do tio Nick que eu li, uma amiga me mandou um e-book dele com o título "As Palavras Que Nunca Te Direi". Chorei horrores do final e o autor ganhou uma fã.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho milhões de problemas com o Sparks, tenho alguns livros dele para ler, mas acho ele PREVISÍVEL... receita repetitiva, nunca muda nada... Já tinha visto o filme quando era adolescente, e quando o livro saiu nã fez mta diferença pra mim, a resenha está ótima, mas quando eu pego birra é eternamente.. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Eu ja tentei dr uma chance pro Nicholas Sparks maaas nao me dou muito bem com os romances que ele escrece... as vezes por ser muito clichê mas vai por ai... mas ja li livros dele e muitas vezes me recomendam.
    Gostei do fato de a personagem descobrir e no caso se apaixonar pelo escritor das cartas, mas cmo pensei e vc tb disse ele ficaria comparando a atual cm a antiga (Catherine) ... queria saber oq pegou com a do passado ae... mas agra vo ter que ler :P

    As vezes o final dos livros dele me supreendem e as vezes me deixa cm raiva ( tipo pra q peguei pra ler).... se eu comprar vou ler..
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Aoesar dos livros do Nicholas seguirem como se fosse um padrão eu ainda leio.. Eu tinha parado de ler os livros dele por que os finais estavam me deixano na depre e nao conseguia ler outros livros ate aceitar determinado final..
    Este me dsixou interessada por haver cartas claro -.- acho super fofo... o que achei q iria acontecer confirmou na resenha, que ele iria comparar com a antiga amada.. o que me deixa com raiva u.u

    ResponderExcluir
  6. Aah, hoje em dia é difícil encontrar uma mulher que nunca sequer tenha folheado um livro do Nicholas Sparks! Mesmo que pra mim ele tenha uma fórmula pronta pra quase todos os seus livros, ele não deixa de ser um autor muito bom. Não é um dos meus favoritos, mas é bom. Dele eu já li O guardião, O melhor de mim e A última música, e de todos esses o que eu menos gostei foi o último. Talvez pelo fato de que tem uma linguagem mais jovem e a personagem foi feita pensando na Miley Cyrus... Anyway, estou sempre disposta a ler um livro dele, e Uma Carta de Amor não é exceção.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014