28

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ (Jojo Moyes)

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 34º livro lido em 2013 e foi COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ (Jojo Moyes).
Eu estava muito ansiosa para ler este livro, tinha muita gente ao meu redor comentando sobre ele, do quanto era bom, tocante e do quanto choraram ao conhecerem a história de Lou e Will e eu já estava ficando sem assunto na roda quando finalmente tive a oportunidade de ler e sem dúvida, tudo o que me falaram do livro é muito, muito pouco mesmo, perto do que eu encontrei.
O Livro nos trás Lou, uma moça de 26 anos, que ainda mora com os pais, que se sente à sombra da perfeita irmã mais nova e que se achando a criatura mais desprovida de inteligencia e oportunidades do universo, acaba de perder o emprego. Lou precisa trabalhar pra ajudar a família financeiramente e após algumas tentativas de emprego, ela acaba indo fazer uma entrevista da Granta House, a casa luxuosa de uma família rica e o cargo proposto é cuidar de um jovem tetraplégico, Will.
O primeiro dia de trabalho é uma prova de fogo. Will é irônico, ácido e ainda que não ofereça perigo à ela, uma vez que tenha todos os seus movimentos comprometidos do peito até os pés, Lou se sente intimidada por ele. Ela então enfrenta os dias de trabalho sabendo que não pode se dar ao luxo de abrir mão daquele emprego e assim, lentamente, ela e Will desenvolvem uma amizade tocante.
O livro trás ainda personagens muito bem construídos por quem me apaixonei e odiei nas primeiras palavras. A família de Lou apesar do momento financeiro vulnerável que enfrenta, é divertida e arrancou de mim muitas risadas. Temos ainda Nathan o enfermeiro de Will, sempre disposto a ajudar. Conhecemos o Patrick, namorado da Lou e a ferida família de Will, desfacelada por uma série de motivos.
O livro é lindo e nos dá a oportunidade de refletirmos sobre um assunto forte, polêmico e insuportavelmente triste e quando a história se encerra e o rosto está banhado por lágrimas cheias de emoção, você percebe o quanto o amor pode ser controverso.
O livro foi uma das melhores aventuras no meu mundo literário e me sinto orgulhosa de poder ter conhecido a Lou e o Will e apesar de desejar que a história tivesse sim um outro final, em nada anula a beleza da sua  narrativa.
Lindo, lindo, lindo. Super recomendo!!!

Quote escolhido: "Sabe como é difícil não dizer nada quando seu corpo inteiro quer fazer o contrário?" página 310


Um pouco sobre a autora: Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres, no Reino Unido. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent até 2002, quando publicou o seu primeiro romance, Sheltering Rain, e resolveu dedicar-se à escrita a tempo inteiro. Seus livros publicados no Brasil são:
  • A Casa Das Marés
  • Baía da Esperança
  • Em Busca de um Abrigo
  • A última Carta de Amor
  • Um Violino na Noite
  • A Baía do Desejo
  • Como Eu Era Antes de Você
Comentários
28 Comentários

28 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Ja tenho esse livro e esta na fila de "a ler" que não para de crescer. Eu apenas havia lido a sinopse desse livro e me interessei oela historia, agora lendo sua resenha tenho certeza que vai ser otimo. A historia lembra o filme frances "Os intocaveis" so que ambos eram homens que desenvolveram uma amizade. Otimo filme.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é lindo e comovente, não chorei como você mas me senti tensa e triste na maior parte do livro. Amei e com certeza também indico. Achei a capa linda.

    ResponderExcluir
  5. Livros tristes... estou num fase , que não estou muito afim de chorar ou ficar triste com livros, então estou fugindo pra manter meu emocional fragilizado intacto, mas pelo que pude ver irei gostar. Quem sabe não o encaro futuramente... rsrs

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que lindo!
    Só pela resenha já me interessei bastante sabia?
    Também me falam muito bem dele!
    Depois dessa resenha com certeza VOU LER!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi muitos falando sobre o livro e fiquei bastante curiosa com ele. Está na minha listinha, já que parece ser uma ótima leitura ;)
    Adorei a resenha, me deixou ainda mais instigada
    beejo

    ResponderExcluir
  8. Só tenho ouvido coisas boas sobre esse livro, entao nao pude deixar de adquirir um exemplar pra mim ne? Tá aqui na estante, chegou essa semana, e é uma das minhas proximas leituras! Adorei a resenha!

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa,
    realmente a história parece ser bem tocante e emocionante.
    Confesso que o tema abordado me lembrou um pouco o filme Intocáveis, que tbm é ótimo (só lembrou pela história do tetraplegico, a amizade).
    enfim, fiquei curiosa pra ler.

    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Eu também ouvi muitos comentários bons sobre o livro, o q me deixou muito curiosa!
    Parece ser uma linda história e estou louca para ler esse livro! Will e Lou, parecem ser capazes de emocionar muito quem lê o livro!!! Amei o quote!!! Lindo demais!!!

    ResponderExcluir
  11. Esse quote me definiu! KKKK Ainda não li o livro, mas assim como diversos que vi por aqui, ele me cativou! Parabéns pela resenha, adorei! Beijinhos, Thamires.
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa agora sim que quero ganhar o top comentarista hahaha

    Parece um livro realmente chocante e como eu já disse em um outro comentário, adoro livros que fazem refletir, que você leva ele para a vida...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Ivi !! Tudo bem...Parabéns pela resenha, estou doida por este livro, mesmo sabendo que vai me fazer chorar...Mas gosto de livros do gênero e este já estava na minha lista desejados...Adorei conhecer um pouquinho mais sobre esta linda historia.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha.
    Como falar de um livro como esse?!
    Simplesmente amei a história. Não terminou do jeito que eu queria mas...nada é perfeito né?!
    Na vida nem sempre temos finais felizes.
    Sempre que posso releio ele, porque o livro quando é bom você nunca se cansa dele.
    Parabéns novamente pela resenha e beijos.

    ResponderExcluir
  15. Bom, depois de dois dias chorando e deprimida, cheguei á conclusão de que deveria ser abolido das bancas. A autora na verdade quis tratar de suicídio assistido, uma coisa horrível, e criou esse romance que, realmente nos prende. A autora deveria fazer outro final. É incentivo ás pessoas que são deprimidas se matarem. Contra esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe mas você está olhando pelo lado errado. O livro aborda um tema polemico e dificil, não se pode julgar tão facilmente. E que absurdo é esse de um novo final? Você nunca escreveu um livro né? Quanto a ser um incentivo, outro absurdo, você está indo pelo mesmo caminho daqueles que justificam violencia pelos filmes ou jogos. é uma ficção, assim como qualquer outro livro. Não vai me dizer que você também acha que alguém vai se tornar vampiro ou serial killer apenas por ler um livro?

      Excluir
    2. Pensei em responder alguma coisa mas a pessoa que posta como "anônimo" eu vou responder me sentindo falando sozinha.
      Fiquei deprimida...vou me matar! Fui!

      Excluir
    3. Laís, nunca escrevi um livro, algum problema de a autora escrever um final alternativo para agradar aos que sonharam com o romance entre Will e Lou? Eu acredito sim, que um livro influencie as pessoas. Li um livro ainda quando criança e sei que teve influência sobre mim. Quem olha a capa, depoimentos e etc, imaginam que seria um romance com final feliz. Eu, e várias pessoas, compramos por isso. O que levanto é que, se ela queria tratar desse assunto deveria ter deixado EXPLÍCITO para o leitor. Bom, acredito Laís que as pessoas podem ter o olhar que quiserem da obra, a partir do q ele te apresenta. Um cara que começa a rir, olhar, sair de casa, começa a amar e tudo o mais que o livro traz, faz com que você leia imaginando que ele mudará de ideia, que dará chance ao amor,a Deus e a fé. O que levanto é como a autora conduziu a história para um final totalmente contrário ao que ela queria.

      Excluir
    4. Laís, em tempo. Se a Jojo tivesse sinalizado que ela queria tratar do suicídio assistido eu teria lido o livro com outro olhar. Estou conseguindo te esclarecer?

      Excluir
  16. Bel, me desculpe, só consigo publicar como anônimo. Me chamo Raquel, se isso lhe interessa. Gostaria, sim, de ler sua opinião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel, que bom que vc voltou! Isso mostra que vc não apenas postou um comentário e nem se importou com a repercussão.
      Eu concordo com vc na questão de esperar um final feliz para Lou e Will, torci por isso e até as letrinhas finais eu acreditei que isso fosse acontecer, que ele fosse desistir e dar uma chance a si mesmo de tentar ser feliz mesmo com toda sua limitação. Nós queremos sempre crer que o amor vence, mas infelizmente isso nem sempre acontece e eu tive curiosidade de saber se era real a "clinica" Dignitas e infelizmente, ou felizmente, ela existe e pessoas que se sentem como Will procuram seus serviços. A questão de se essas pessoas estão agindo certo ou errado não vale a pena discurtirmos pq nisso envolve vários fatores: pessoais, religiosos e juridicos, agora a questão da autora de expor e nos mostrar que isso existe eu achei válido. Como eu disse antes e reforço, não gostei do final pq torci pelo Will mas a autora, a meu ver, foi verdadeira e corajosa em expor um problema (?) e nos fazer pensar se a escolha dele foi a mais certa e eu espero que muitas pessoas com problemas senão igual mas semelhante ao do personagem possam ler o livro e assim como nós torcer pelo final diferente e assim tb rever seus conceitos e acreditar que possam se dar uma nova chance.
      Bjs

      Excluir
    2. Olha Bel, sei que é uma ficção, mas o que me chateou é que, sinceramente, acreditei que o enfoque do livro fosse dizer que pessoas como Will poderiam deixar o amor vencer, lutar para serem felizes apesar de tudo. O que questiono é o fato de que a autora parecia mostrar isso, o final feliz, mas deu um final totalmente oposto ao que o leitor esperava. Olha, não sei se é possível, mas se eu fosse escritora cederia aos meus leitores um segundo final, optativo. Muita gente sofreu com este livro. Nossa, ele me deixou muito mal. Acho que pessoas como ele não deveriam ler porque, se um jovem, lindo, rico, amado e cuidado se matou imagine os que não possuem tais condições. O livro traz frases como "um muda a vida do outro", "Lou muda Will", mas não foi o que ocorreu. Muito triste um cara como ele se despedir daquela forma de uma mulher que o amava tanto. Nossa, como gostaria de poder mudar o final ter uma outra opção ou, ao menos, mudar o final do filme (já foram escolhidos os roteiristas)...

      Excluir
  17. Bel, se fizermos uma campanha, a Jojo pode mudar o final????

    ResponderExcluir
  18. Meninas, conversei com a Jojo hahaha Ela disse que não decidiu se o final do filme será como do livro. E aí, vamos fazer uma campanha?????

    ResponderExcluir
  19. Concordo Raquel! Estou dilacerada tb.. espero que no filme possam fazer um final alternativo!

    ResponderExcluir
  20. Concordo Raquel! Estou dilacerada tb.. espero que no filme possam fazer um final alternativo!

    ResponderExcluir
  21. Olá. Terminei de ler hj o livro e sinceramente estou arrasada. Concordo com um dos comentários que li acima, que o tempo todo a autora deu a entender que Will poderia mudar de idéia no final. Não gostei do final e me arrependi de ter lido porque a gente vive a história com os personagens e o fim é trágico demais. Deixa a gente triste. Eu estava pensando em ler o segundo livro, mas não imagino uma continuação sem o Will. Espero que o filme tenha um final diferente.

    ResponderExcluir
  22. Olá Meninas,
    Terminei de ler hoje e só uma palavra descreve meu estado... Destruída!

    Nossa nunca chorei tanto em um livro na minha vida. Concordo com a Raquel e com o ponto de vista da Bel... O livro deixou transparecer que ele iria mudar graças a Lou e que o amor venceria. Mas entendo o fato dela fazer um personagem com vontade de por fim na sua vida.

    Eu gostaria muito se ela fizesse um final alternativo para o livro. Há vários filmes com finais alternativos... Vamos fazer uma campanha pra Jojo??? Eu sou a favor, mas eis a questão. Se ela mudar o final do primeiro como será a história do segundo???

    Bjs

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014