6

O LADO BOM DA VIDA (Mathew Quick)

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha da 13ª leitura do ano e foi o livro O LADO BOM DA VIDA (Mathew Quick).
Este livro me seduziu completamente, da primeira até a última página, não houve uma parte desta leitura que tenha sido cansativa ou chata, o livro todo manteve o ritmo gostoso que todo bom livro possui. E quando concluí a leitura, aquela sensação de satisfação e uma saudade dos personagens principais.
O livro começa com Pat saindo de uma instituição psiquiátrica, lugar onde ele ficou por aproximadamente 4 anos, porém Pat não lembra o que aconteceu para ele ter ficado por tanto tempo no que ele chama de "lugar ruim". A mãe dele o tirou de lá depois de enfrentar uma certa burocracia e o levou de volta para sua casa e agora Pat está obcecado para reencontrar a esposa Nikki e com ela acabar com o que ele chama de "tempo separados".
Pat é um viciado em exercícios físicos, passa o dia todo levantando pesos, fazendo séries de exercícios e ainda corre por quilômetros em busca do corpo ideal que ele quer mostrar para Nikki quando reencontrá-la. Tudo o que Pat quer é recuperar sua sanidade e voltar a viver como uma pessoa normal, sem precisar de terapias ou medicações. Então ele conhece Tiffany, uma mulher que como ele, também tem seu grau de perda na vida e também necessita de análise constante e juntos desenvolvem uma amizade que pode parecer estranha aos olhos do leitor, mas que é cheia de sinceridade e carinho.
O livro traz personagens bem construídos como o irmão de Pat, Jake, que se esforça ao máximo para ajudar na recuperação dele, e em contrapartida, encontramos o pai deles, Patrick, que só consegue conversar com Pat se o assunto for futebol americano, pois ele é fanático pelo time Eagles. A mãe de Pat também traz características muito fortes como aquele amor de mãe incondicional, pronto a dar a vida pelo bem estar do filho e em muitas vezes, o trata como se ele fosse uma criança, mas todas suas atitudes são cheias deste amor que ninguém consegue colocar à prova.
Enfim, a história se desenvolve de uma maneira densa e até um pouco melancólica, com um fim bem amarrado, mas nervoso, pois me pareceu que conforme eu fui avançando nas páginas, as coisas ainda pareciam sem conclusão. Mas o desfecho não se dá de forma rápida porque na verdade, as pistas foram dadas ao longo da narrativa. 
Adorei a leitura e agora quero me aventurar no filme que ainda não assisti e embora já saiba que seja diferente do livro, quero muito ver a adaptação.
Super recomendo esta leitura, um dos melhores livros que li este ano!!!


Um pouco sobre o autor: Mathew Quick era professor na Filadélfia, mas decidiu largar tudo e, depois de conhecer a Amazônia Peruana, viajar pela Africa Meridional e trilhar o caminho até o fundo nevado do Grand Canyon, reviu seus valores e, enfim, passou a dedicar todo seu tempo à escrita.Ele 'americano e nasceu em 1976. O Lado Bom da Vida é seu único romance publicado no Brasil.
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Foi um dos melhores livros que eu li também, acho que pela simplicidade do personagem. Me apaixonei rapidinho por ele.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é fantástico, me apaixonei por ele de uma forma inexplicável. Eu li em pdf, mas estou louca pra ter ele em minhas mãos. Adorei a resenha, beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Livro tocante...
    Não posso dizer que me apaixonei, mas que fica um amor e uma saudade quando terminei isso ficou!

    ResponderExcluir
  4. Nunca li e quando saiu o filme eu decidi não ver até ler o livro.
    Não é um livro que eu estou morta de curiosidade para ler, mas quero ler O lado bom da vida um dia desses

    ResponderExcluir
  5. OMG, ja li esse livro, e eu AMEI, já assisti o filme tambem, e admito que preferi muito mais o livro... Hahaha so pra variar... Enfim, você viu que o autor vai tar na bienal do Rio esse ano???? É eu quase SURTEI, pena que não vou poder ir...

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse livro me pegou totalmente desprevenida,sabe? Primeiro porque havia assistido o filme antes,na qual não gostei mto e segundo pq não tinha a mínima vontade de lê-lo.
    O mais legal disso tudo é que o Pat me conquistou também do começo ao fim e me senti no final exatamente como vc descreveu, com aquela sensação de satisfação e já saudade dos personagens principais.
    O mais incrível nessa história,ao meu ver, é que ela é tão real,mas tão real,que não tem como vc não se colocar no lugar dos personagens ou pensar que os acontecimentos não tem como acontecer com você.
    Valeu mto a pena ler esse livro,o Pat e a Tiffany, como a família dos personagens principais, são incríveis e problemáticos,a história em si é gostosa de ler e emocionante e que com certeza me tirou muitas gargalhadas,como também me fez quase chorar rs.Uma palavra define esse livro pra mim: maravilhoso.Bjos :)

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014