11

A TRAVESSIA (William P. Young)

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 6º livro que eu li este ano e foi o sucesso de vendas A TRAVESSIA (William P. Young).
 Confesso de coração aberto que comecei a ler este livro já pensando em como eu iria fazer esta resenha, de antemão eu já sabia que essa leitura não seria totalmente proveitosa e a culpa disso é totalmente minha, em função da minha antipatia assumida para com religiões e similares.
Eu acredito que quando você lê um livro, você permite que ele entre nos seus dias e momentos de lazer. De certa forma você está se permitindo aprender ou conhecer alguma coisa. Ainda que venha a ser uma leitura de entretenimento, ainda que nada mude na maneira que você vive ou como pensa, você está se dando a oportunidade de refletir sobre algum assunto determinado. Por isso que parti para essa leitura com um certo desânimo, porque eu já sabia mais ou menos do que se tratava a história e conhecia o claro objetivo do autor. E sabia, que nada mudaria no meu modo de pensar.
O livro conta a história de Anthony Spencer - Tony. Um homem multimilionário, porém com dificuldades emocionais gravíssimas. Divorciado da mesma mulher por duas vezes, a segunda vez apenas por vingança, Tony administra sua vida completamente envolto a traumas não resolvidos como ter perdido os pais e um filho. Não mantém um relacionamento saudável com a filha e vive uma especie de paranóia em relação a sua segurança. Em função destas situações, Tony entra em colapso e tem um derrame cerebral, mas quando ele acorda, ele está em um mundo paralelo e tem a oportunidade de conhecer Jesus. Tony então consegue uma segunda chance para voltar ao mundo real, mas ele volta "entrando" nas pessoas e assim, podendo ter uma perspectiva diferente quanto às diversas situações. A narrativa é extremamente original e chega a ser tocante quando ele vê o mundo sob o olhar de um menino com Síndrome de Down e ainda existe um momento hilário quando ele observa o mundo sob o olhar de uma mulher apaixonada por seu líder religioso.
Enfim, o livro tem como foco central inserir ensinamentos cristãos através de uma história bem construída. E é neste momento que meu alerta interno me bloqueia completamente. Dou nota 10 ao livro se eu entender que nada mais é que uma história bem contada, mas dou 0 se o autor quiser que eu de fato acredite no cristianismo e toda sua doutrina. É mais ou menos quando eu leio algo na linha de vampiros ou bruxos: Se eu ler enquanto fantasia, ótimo. Mas se eu perceber que o autor acredita realmente em tudo aquilo, aí minha credibilidade no texto simplesmente morre. 
Não recomendo a leitura, não porque o livro é ruim, mas porque quando o assunto é religião, ou fé, cada um precisa procurar aquilo que de alguma maneira possa satisfazer sua busca.


Sobre o autor: Willian P. Young nasceu no Canadá em 11 de maio de 1955. No Brasil, os livros publicados de sua autoria são:
  • A Cabana
  • A Travessia


Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. kkkk... Concordo com vc sobre esses livros levados a espiritualidade. Apesar de ler livros religiosos, prefiro ler logo de cara, do que ficar nesses estilos metafóricos, cheio de mensagens subliminares e afins para levar o leitor a ler um livro religioso. Prefiro autores diretos. Já havia lido a resenha desse livro e não me interessei em nada. Sua resenha, apesar de ser muito boa, não me atraiu... porque penso da mesma forma que você, só que eu nem perco tempo lendo, sabendo q não vou gostar... rsrs... Boa semana querida ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a narrativa dele valeu pelo esforço... saudade de bater papo com você Raíssa!!!

      Excluir
    2. Ah!Saudades tbm, tava com problemas ai em relação esse troço chamado homem... vou ficar off no face, mas se tiver skype eu to on o dia todo no trabalho e a noite em casa raissa.nantesm ou se quiser é só falar no chat do face q eu respondo assim q der. A noite geralmente estarei online no face :)

      Excluir
    3. Estou lendo o livro por seguir o mesmo gênero de seu anterior (A cabana), até o momento é exatamente o que esperava.
      Recomendo a leitura, pois faz a gente refletir sobre nossas escolhas, nossa vida, Deus e o amor.

      Excluir
  2. Então pela resenha entendo que o livro siga o mesmo estilo da Cabana, é isso? Gostei muito da resenha!Seguirei seu conselho e não lerei!rs Sucesso querida!

    ResponderExcluir
  3. Passei pra avisar que te indiquei num meme!
    Um beijo!
    http://www.sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito mais de A Cabana...
    Mas A Travessia não me decepcionou, pois cumpriu sua proposta!

    ResponderExcluir
  5. O livro é ótimo, recomendo, muito bom. Deus é a maior força q existe no universo!!!

    ResponderExcluir
  6. O livro, para aqueles que acreditam em Deus é perfeito. Recomendadíssimo.

    ResponderExcluir
  7. recomendo eu gostei e respeito sua opnião e gostei da forma q vc se expressou.obg

    ResponderExcluir
  8. recomendo eu gostei e respeito sua opnião e gostei da forma q vc se expressou.obg

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014