10

PARA SEMPRE Kim e Krickitt Carpenter

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do livro PARA SEMPRE (Kim e Krickitt Carpenter). Eu já tinha visto esse livro em vários sites de vendas e em muitos blogs literários e me interessei em ler a obra achando que ia encontrar algo com as características do Nicholas Sparks ou Emily Giffin. Sim, tem algumas coisas semelhantes, mas o que eu não sabia era que se tratava de uma história real. Pra quem me conhece, sabe que eu amo ler biografias, então parti para essa leitura ansiosa.
O livro conta a história do casal Kim e Krickitt que após se conhecerem e se apaixonarem de uma maneira pouco convencional, casam-se e experimentam com alegria as primeiras semanas de casados, até que um acidente de carro interrompe toda aquela alegria e inicia-se um processo longo de recuperação física e emocional. Krickitt acorda do coma que a manteve alheia do mundo por dias sem lembrar que havia se casado. Na verdade, ela não se lembra nem que conhecia o marido, pois sofrera uma lesão cerebral e sua memória foi extremamente afetada. Ela não se lembrava de outras coisas também e ainda estava muito ferida e com sua movimentação reduzida em função da série de ferimentos que sofrera no acidente. Kim então decide dar o máximo de si para que a esposa se recupere fisicamente e entendendo que a memória dela não voltará, decide reconquistá-la. Até aí o livro é completamente previsível, mesmo se tratando de uma história real, a gente sabe que o livro não alcançaria o sucesso que teve - sendo até adaptado para o cinema - se o final não fosse um final feliz.
Porém o que chama a atenção no livro é o esforço que Kim faz pela esposa em todos os aspectos. Amparado por sua fé, ele não deixa de acreditar que pode recuperar seu casamento e cumprir todas as promessas que fez para Krickitt no altar, quando se comprometeu a amá-la, respeitá-la e ser fiel até que a morte os separasse. Em meio a crise financeira que o acidente os deixou, ele luta dia após dia para recuperar o amor da esposa.
É comovente ler a experiência dele porque hoje vivemos em um mundo muito aberto a desistência. Seria muito mais fácil para ele ter desistido de tudo e ter tentado reconstruir sua vida sozinho, mas ele não optou pelo caminho mais fácil e lutou até o fim para que a esposa se apaixonasse por ele novamente.
Para mim, uma pessoa que não acredita mais em casamento, foi uma experiência renovadora ler esta história e eu a recomendo para todas as idades, credos e circunstâncias emocionais. Uma leitura intensa apesar de ser rápida e com um desfecho revigorante. (Com direito à algumas lágrimas também).
Obs.: O livro foi publicado como se tivesse sido escrito pelo casal, porém sua narrativa é em primeira pessoa, sendo Kim quem conta toda a história. Fiquei curiosa para saber como foi para a Krickitt viver tudo aquilo, acordar e se ver casada com um homem que ela sequer se lembrava. Seria interessante ler a versão dela.
 
Sobre os autores: Kim Carpenter é um profissional do esporte e Krickitt é professora no ensino fundamental. Este foi o único livro deles publicado. Ambos são americanos.
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Olha o livro que eu não cohecia! uhahuauh
    Tenho certeza que irei gostar desse livro, ainda não tenho, mas já to querendo a tempos adquirí-lo *.*
    Seria interessante mesmo ver a versão da Krickitt!
    Adorei a resenha sua linda!
    Bjokas
    Samy

    ResponderExcluir
  2. ai Samy, chorei tanto lendo... Acho que vc vai gostar!!!

    ResponderExcluir
  3. Bem a cara a minha mãe ler livros com essa coisa de perder a memória e tal. Eu confesso q estou um tanto saturada de livros narrados em 1ª pessoa, parece q td mundo se perdeu e não consegue mais escrever em 3ª pessoa,e só de pegar um livro em 1ª pessoa já perco a vontade de ler o livro, mas gostei do seu comentário, o fato de vc ter chorado já me animou bastante.. adoro cair em lágrimas lendo um bom livro, vou procurá-lo só não garanto ler ele de uma vez só... rsrs... já q o estilo d escrita ta me cansando e eu acabo largando por um tempo, por melhor q seja o livro

    ResponderExcluir
  4. Dá pra ler "numa sentada" Raíssa, apesar da leitura ser intensa, é rápida, 144 páginas. Acho que porque foi escrita por um homem, não tem muito lero lero... rs

    ResponderExcluir
  5. Amei esse livro, achei a história linda, e muito inspiradora.
    Como você mesmo disse, é uma experiência renovadora. Me ensinou muito.
    Parabéns pela resenha.
    http://2bookgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo, quero esse livro! Gosto muito de historias assim! *---* Nesse momento estou mesmo precisando de um curtinho para esquecer os desastres da minha leitura passada! KKK

    ResponderExcluir
  7. Eu adorei a história!
    Curta, emocionante..nos faz repensar muitas coisas do casamento..
    Uma pena que tenham feito aquela porcaria de filme...me revoltei tanto quando assisti!
    O livro é lindo e ótimo para todos os casais!
    É sempre válido lembrar que a história é verdadeira, o que deixa tudo muito mais lindo!

    ResponderExcluir
  8. Uma leitura rápida e agradável é o que eu imagino que deve ser o livro. Gosto bastante de histórias assim e quero muito ler Para Sempre (Ainda mais agora que está em promoção HAHA)

    ResponderExcluir
  9. Não acredita mais em casamento? Que tristeeee, enfim, adorei a resenha... Acredita que esses dias ele tava por 8,17 eh... Mas eu não lembro aonde, e me arrependi de não ter comprado hahaha

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. A história, por ser verdadeira, é linda e muito romântica. Além de ser a prova de que não podemos perder a fé nas pessoas e em nós mesmos.

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014