2

Questões do Coração - Emily Giffin


O 18º livro lido em 2012 foi QUESTÕES DO CORAÇÃO (Emily Griffin). Confesso que comecei a ler este livro bem desanimada, porque minha introdução à autora foi frustrante com o livro Presentes da Vida. Enfim, comecei a ler o livro predisposta a não gostar, mas gostei.
O livro me surpreendeu, pois se mostrou muito mais denso do que eu esperava. Com muita sensibilidade e delicadeza, a autora trata de questões como paixão, casamento, coerções sociais, conflitos familiares, entre outras, mostrando o que de fato nos faz diferentes dos animais:  nossas paixões, nossos sentimentos, nossas dores, nossos medos, nossos limites.
O livro nos apresenta a história de Tessa e Valerie, duas mulheres muito diferentes entre si, mas com uma forte característica em comum: A relevância que o amor ocupa em suas vidas.
Tessa é uma mulher sensível e corajosa. Noiva de um homem por quem não se achava tão apaixonada, ela desiste do casamento quando conhece Nick Russo em um metrô. Os dois se apaixonam perdidamente e se casam. Têm dois filhos: uma menina e um menino.
Valerie, por sua vez, é uma jovem que se apaixonou por um artista desconhecido e engravidou. Quando o pai da criança passa a evitar seus telefonemas, ela decide criar o filho sozinha. Depois do nascimento de Charlie, ela passa a se dedicar com afinco aos estudos, para se tornar uma advogada. Ela consegue atingir seu objetivo e rapidamente se torna uma profissional bem-sucedida. Seu filho estuda na melhor escola da cidade, mas, apesar de todas as suas conquistas, sente que ela e Charlie são discriminados pela sociedade elitista da qual faz parte, por ser mãe solteira.
As duas moram na mesma cidade, porém não se conhecem. No entanto, quando Charlie sofre um terrível acidente e se torna paciente do Dr. Russo, marido de Tessa, as vidas dessas duas mulheres se cruzam, deixando marcas.
O livro é incrível! Ele consegue explicar muito bem como os fatos se desenrolam e como os sentimentos das personagens afloram. Os capítulos apresentam os acontecimentos ora pela perspectiva de Tessa, ora pela perspectiva de Valerie, de modo que podemos compreender como cada uma se sente e se encantar pelas duas, embora estejam em "lados opostos".
Tessa, apesar de suas qualidades, em determinados momentos, é fútil, preocupada demais com o que os outros vão pensar, dedicando muita atenção à imagem que poderá construir diante dos conhecidos... Valerie, como não poderia deixar de ser, também tem seus defeitos: às vezes, é insegura, tola, egoísta... Mas ambas amam intensamente sua família, têm questões familiares para resolver e precisam amadurecer em certos aspectos.
Esse amadurecimento acontece no decorrer da trama e é muito interessante a forma como a autora o conduz. Enfim, este livro é uma obra que mostra que as pessoas não podem ser reduzidas a rótulos, não são "boas" ou "más", apenas humanas.


Sobre a autora: Emily Griffin nasceu em Baltimore, em 20 de março de 1972. Os livros desta autora que eu conheço são:
  • O Noivo da minha melhor amiga
  • Questões do coração
  • Ame o que é seu


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. A sua definição foi perfeita!
    Enfim, este livro é uma obra que mostra que as pessoas não podem ser reduzidas a rótulos, não são "boas" ou "más", apenas humanas.
    Esse livro me levou a pensar MUITO nesta questão...
    E isso é o que mais gosto, livros que nos levam a pensar e repensar algumas questões da vida...

    ResponderExcluir
  2. Adorei, como ja falei em outra resenha, adoro libpvros que mostram como a personagem vai crescendo... Enfim, quero muito ler, pois os sentimentos parecem ficar bem explícitos...

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014